OpenVPN é bom 2021: Vale a pena a compra?

Para o que estamos olhando?

Aviso legal:
Nossas análises

O Wizcase engloba análises escritas por nossos avaliadores da comunidade, baseadas na análise independente e profissional dos produtos pelos avaliadores.

Propriedade

A Kape Technologies PLC, controladora do Wizcase, detém as marcas CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, que podem ser analisadas neste site.

Taxas por indicação

O Wizcase pode receber comissão de afiliados quando uma compra é feita usando nossos links. No entanto, isso não influencia no conteúdo das análises que publicamos ou nos produtos/serviços analisados. Nosso conteúdo pode incluir links diretos para adquirir produtos que fazem parte de programas de afiliados.

Padrões de análise

Todas as análises publicadas no Wizcase atendem aos nossos rígidos padrões de análise para garantir que sejam baseadas em uma avaliação independente, honesta e profissional por parte do avaliador do produto/serviço. Tais padrões exigem que o avaliador considere as qualidades técnicas, características do produto e seu valor comercial para os usuários, o que pode afetar a classificação do produto no site.

Visão geral do OpenVPN Agosto 2021

Tecnicamente, o OpenVPN não é uma VPN, mas sim um protocolo de VPN. Embora eu não o recomende a usuários inexperientes devido ao seu processo de configuração um tanto complicado, ele é, de longe, o protocolo mais popular que existe.

Como é necessário ter um bom conhecimento em redes de computadores para configurar o OpenVPN manualmente, eu recomendo dar uma olhada nestas VPNs mais fáceis para iniciantes, caso não tenha nenhuma experiência sobre o assunto.

Mas isso não quer dizer que as informações deste artigo serão irrelevantes para você. Continue lendo e descubra como configurar o protocolo OpenVPN.

Sem tempo? Leia Aqui um Resumo de 1 Minuto

  • Ele não consegue desbloquear plataformas de streaming. Embora isso dependa muito dos servidores que você utiliza, é provável que tenha dificuldades para encontrar um servidor funcional com um tempo de ping baixo. Descubra como desbloquear serviços de streaming com o OpenVPN.
  • Ele não vem com nenhum servidor. Caso não tenha servidores que possa utilizar através de uma outra VPN, o OpenVPN não é para você. Leia mais sobre os servidores disponíveis.
  • Recursos de segurança bem robustos. Eu comparei a proteção proporcionada pelo OpenVPN com a de outros protocolos de VPN disponíveis, e ele foi o melhor de todos. Confira aqui os detalhes de segurança.
  • Política contra o registro de dados questionável. Eu li a política de privacidade do OpenVPN para poupar você do trabalho. Atenção! Ele não pode garantir a sua segurança se você usa servidores de terceiros. Compreenda os riscos aqui.
  • Utilizado por VPNs populares. Caso esteja tendo problemas para configurar o OpenVPN manualmente, um provedor de VPN pode fazer isso por você. Descubra como aqui.
  • 100% grátis. Eu procurei no website deles e não havia nenhum plano premium disponível. Leia mais aqui.

O OpenVPN Não Desbloqueia Serviços de Streaming

Apesar de o OpenVPN ter a capacidade para desbloquear a maioria dos serviços de streaming disponíveis, ele não traz nenhum servidor pré-instalado em seu aplicativo, nem fornece uma lista de servidores aos quais o usuário pode se conectar. Ou seja, você terá que usar as suas próprias opções ou a de terceiros — isso inclui servidores gratuitos controlados pela comunidade OpenVPN, ou servidores de outras VPNs aos quais tenha acesso.

Se você está considerando o OpenVPN para fins de streaming, lembre-se de que não há garantias de que os servidores da comunidade podem desbloquear conteúdo, e eles ainda vêm com os seus próprios riscos de privacidade.

Além disso, embora seja possível usar o aplicativo do OpenVPN para se conectar aos servidores de outras VPNs — aos quais você tenha acesso — é mais fácil e mais eficiente usar o aplicativo da sua VPN. Caso ainda não tenha encontrado o provedor certo para as suas necessidades, tente a ExpressVPN, conhecida por sua confiável capacidade de desbloquear serviços de streaming.

Porém, como esta é a avaliação de uma VPN 100% grátis, separei uma série de servidores também gratuitos de terceiros para os meus testes.

Testei mais de 100 servidores localizados em diferentes continentes para ver se eu podia encontrar algum que pudesse desbloquear sites de streaming com uma conexão de alta qualidade.

No final das contas, não consegui encontrar nenhum. Ou eles não conseguiam desbloquear os sites, ou a latência era tanta que não dava para carregar nada. Eu tenho certeza que existem servidores que funcionam em algum lugar por aí, mas não me deparei com nenhum que me deixasse confortável o bastante para utilizá-lo sem me preocupar com a minha privacidade.

Captura de tela do erro do Hulu VPN, com o aplicativo OpenVPN aberto ao lado.

Encontrar um servidor que funcione com streaming pode levar algum tempo

Para poupar você do mesmo trabalho de ir à caça de um servidor que funcione, confira este guia para passar pelo erro do proxy da Netflix.

Velocidade6.0

Durante a minha pesquisa, descobri que apesar de ele ser o mais seguro, o OpenVPN não é a solução de VPN mais rápida disponível, principalmente quando comparado aos protocolos PPTP e L2TP/IPsec. Isso se deve ao seu alto nível de segurança e abrangência, o que também faz do OpenVPN um dos únicos protocolos capazes de passar por firewalls e bloqueios de censura.

O tipo de servidores que utilizei também influenciou nos meus resultados — as suas chances de conseguir uma velocidade melhor é se conectando a um servidor premium de qualidade superior.

Claro, qualquer teste de velocidade depende principalmente do servidor ao qual nos conectamos. Para você ter uma ideia melhor do que esperar quando utilizar este protocolo, eu fiz um teste utilizando servidores de 3 continentes diferentes: América do Norte, Europa e Austrália.

Como referência, a velocidade média da minha internet é de 9.8mb/s, e eu estou localizado no noroeste dos EUA.

Utilizando servidores locais, a queda no desempenho com o OpenVPN conectado foi mínima, com uma redução de 8% na velocidade de download e nenhuma mudança perceptível no ping.

Captura de tela de dois testes de velocidade com dados muito semelhantes, ambos usando um servidor de Seattle.

A velocidade do OpenVPN com um servidor local é razoavelmente consistente

Porém, quando tentei usar o OpenVPN com servidores de fora dos EUA, o meu ping ficou mais alto e os downloads, muito mais lentos.

Quando eu me conectei ao servidor do Reino Unido, a cerca de 3.900 km de distância, a minha velocidade de download caiu 18% e o ping aumentou em 1.400%. Esse foi um dos servidores gratuitos mais rápidos que encontrei na região, mas ele não desbloqueou nenhum serviço de streaming, infelizmente.

O melhor servidor que encontrei na Austrália (13.000 km de distância) era quase inutilizável: a minha velocidade de download caiu 43%. O ping ficou um pouquinho melhor em comparação com o servidor do Reino Unido, com um aumento de apenas 580%, mas a lentidão o deixou imprestável para streaming.

captura de tela de dois speedtests, um com um servidor em Londres e outro com um servidor em Sydney

A velocidade do OpenVPN caiu significativamente com servidores em outros continentes

Os resultados que eu obtive com o OpenVPN não serão exatamente os mesmos que os seus, mas é algo a se levar em consideração, caso esteja pensando em utilizá-lo para torrent ou streaming. Se você está procurando por uma velocidade mais alta, eu recomendo experimentar a ExpressVPN, conhecida por ser uma das VPNs mais rápidas do mercado.

Por que velocidade é importante?

A velocidade determina o quão rápido o conteúdo é carregado, por isso, se estiver baixando torrents ou fazendo streaming, você quer que a velocidade seja de alguma forma idêntica à sua velocidade normal na Internet. Uma vez que uma VPN criptografa os seus dados, geralmente leva um pouco mais de tempo para enviá-los e recebê-los, o que pode diminuir a velocidade da sua conexão. No entanto, se o seu ISP abranda deliberadamente a velocidade da sua conexão (também conhecido como estrangulamento), uma VPN pode aumentar a sua velocidade na Internet. Testar uma VPN é algo inútil porque os novos servidores aparecem e afetam a velocidade. A sua velocidade também pode variar de acordo com a sua localização, por isso, o seu teste de velocidade pode não corresponder ao nosso. Dito isto, testamos a velocidade em vários locais para fornecer a você uma média.

Servidores5.0

Rede de servidores — Somente servidores não oficiais

Apesar de o OpenVPN não oferecer nenhum servidor oficial, você pode se conectar a servidores de terceiros por meio do protocolo. Eles são normalmente gratuitos, administrados por voluntários, e podem ser encontrados em vários cantos da internet, como na comunidade do OpenVPN ou em fóruns de servidores grátis.

Claro, estamos falando de servidores não oficiais, não respaldados pelo OpenVPN e com as suas próprias políticas de privacidade. Isso pode ser preocupante, mas, infelizmente, ele não oferece nenhum servidor gratuito para os seus usuários.

Preocupações quanto a privacidade à parte, o que não falta na web são servidores disponíveis se você souber onde procurar.

Há uma série deles por aí, e muitos alegam ser a escolha ideal para torrent ou para burlar censura. Porém, pelo menos no meu caso, encontrar um único servidor que pudesse desbloquear um site e me proporcionar também uma conexão de alta velocidade foi difícil. Se você está procurando melhorar a sua experiência com downloads, eu recomendo experimentar os servidores da ExpressVPN para torrent.

Segurança — Recursos de alto nível

Se tem uma área onde o OpenVPN é famoso por sua eficiência, é na segurança — ele é conhecido como um dos protocolos mais seguros que existe.

Este protocolo de tunelamento individual usa criptografia OpenSSL de 256 bits, assim como certificados de autenticação e suporte ao IPv6.

O OpenVPN também utiliza os protocolos criptográficos SSL (secure sockets layer) e TLS (transport layer security) para proteger a transmissão de dados entre dois dispositivos. Esses dois protocolos são os mesmos, sendo que o TLS é o sucessor aprimorado do SSL, e são usados juntos para assegurar a conexão mais segura possível.

Ambos compartilham chaves únicas entre os dispositivos, num processo chamado de criptografia assimétrica; ou seja, uma chave pública é utilizada para encriptar os dados (utilizando o padrão criptográfico de 256 bits), e uma chave privada é necessária para descriptografá-los. Somente os dispositivos que possuem as chaves podem acessar os dados.

Para o processo de transferência de dados em si, o OpenVPN utiliza ambos os protocolos UDP (User Datagram Protocol) e TCP (Transmission Control Protocol). Com o TCP, todos os dados são cuidadosamente conferidos para garantir uma transferência precisa e confiável. Por outro lado, o UDP é muito mais rápido, pois ele envia as informações imediatamente, embora sacrifique a confiabilidade da conexão.

O UDP é o protocolo padrão do OpenVPN até que a conexão perca a estabilidade, quando o TCP é automaticamente utilizado no seu lugar. Essa troca de protocolos em segundo plano assegura uma conexão estável contínua, sem comprometer a segurança.

Além disso, o OpenVPN também conta com medidas inteligentes de segurança, como um kill switch automático que corta o acesso à internet quando a conexão estiver falhando demais para o TCP mantê-la segura, e um recurso para conexão automática quando você liga o seu dispositivo — o que pode ser útil caso não queira ficar acessando o aplicativo para ativar a VPN o tempo todo.

A prova da excelente qualidade dos seus recursos de segurança é a confiança das melhores VPNs disponíveis no mercado. Mas você não precisa acreditar na minha palavra: dê uma olhada em como a ExpressVPN utiliza o OpenVPN.

Privacidade — É recomendável um pouco de cautela

A princípio, confesso que tive um pouco de receio de usar o OpenVPN por se tratar de um software gratuito, mas depois percebi que não havia motivos para a minha preocupação.

O seu sistema de coleta de dados é muito limitado; aliás, se você quiser, pode executar o seu protocolo só com um endereço de e-mail. Nenhum dado para pagamento nem detalhes pessoais são exigidos.

O problema vem dos servidores ao qual o usuário se conecta utilizando este protocolo. Lembre-se: o OpenVPN não assume qualquer responsabilidade pelo que acontece aos seus dados quando você utiliza servidores de terceiros! Eles também não impõem quaisquer limites aos proprietários dos servidores sobre o que eles podem fazer com as suas informações.

captura de tela da política de privacidade do OpenVPN.

A política de privacidade do OpenVPN cobre somente o seu uso — e não usuários terceirizados

Eu dei uma pesquisada nas políticas de privacidade dos servidores gratuitos do OpenVPN disponíveis. A maioria delas não menciona se venderão ou não os seus dados, e eles ainda salvam os seus logs por pelo menos uma semana antes de removê-los dos seus sistemas.

Localizações dos Servidores

OpenVPN

Experiência de usuário9.0

Compatibilidade — Pode ser usado em quase qualquer dispositivo

A versatilidade do OpenVPN realmente me surpreendeu. Assim como com outras VPNs gratuitas, eu esperava algumas limitações quanto à sua compatibilidade.

Para a minha surpresa, porém, o OpenVPN pode ser instalado em quase todos os seus dispositivos, inclusive em iOS e Android.

Captura de tela dos dispositivos em que você pode obter o OpenVPN.

Baixe o OpenVPN tanto no seu dispositivo móvel como no seu desktop

Facilidade para configurar e instalar — É preciso ter conhecimento técnico

Eu simplesmente não posso recomendar o OpenVPN para iniciantes em VPNs ou redes de computadores. Apesar de a sua interface do usuário ser super fácil de usar, os requisitos técnicos são impossíveis de processar, então é essencial que você saiba o que está fazendo.

Dica: se a sua experiência com VPNs estiver próxima a zero, leia este artigo para descobrir tudo o que você precisa saber.

Você pode configurar o OpenVPN de 2 maneiras:

1. Configuração Manual

O primeiro método exige muito mais conhecimento técnico e recursos, e não é o que considero ser um processo fácil. Porém, é possível seguir todo o procedimento de configuração sem gastar um centavo.

Para começar, você deve baixar o OpenVPN Connect a partir do website — este é o nome do cliente OpenVPN de código aberto oficial.

A instalação do aplicativo é fácil e, uma vez instalado, você pode começar a importar os perfis dos servidores; ou seja, a adicioná-los ao OpenVPN. São dois os métodos de importação que você pode usar: com o URL, ou arrastando e soltando um arquivo .OVPN no aplicativo.

Para obter o URL ou um arquivo .OVPN, você terá que procurá-los, pesquisando em fóruns de servidores OpenVPN gratuitos. Como isso pode ser um pouquinho difícil, lembre-se de que há sempre a opção de testar uma VPN que já venha com os servidores instalados, como o CyberGhost.

Captura de tela das duas maneiras de importar perfis de servidor para a IU do OpenVPN.

Você pode facilmente importar os perfis de servidores com um URL ou arquivo .OVPN

Em seguida, ele pedirá um nome e senha para o servidor, e também perguntará se deseja usar um proxy.

Você tem a opção de se conectar automaticamente assim que o servidor for importado, ou a hora que quiser, bastando clicar num botão.

Para resumir, veja abaixo um guia rápido com todo o processo:

Guia Rápido para Configurar o OpenVPN Manualmente

  1. Instale e inicie o aplicativo OpenVPN Connect.
  2. Importe o perfil do servidor via URL ou arquivo .OPVN.
  3. Conecte-se ao seu servidor recentemente adicionado e comece a navegar com segurança.

Se você ainda tem dúvidas sobre como configurar o OpenVPN manualmente, no seu site oficial eles têm a documentação completa sobre como começar a usar o OpenVPN.

2. Configuração Automática

Para esse segundo método, você já deve ter uma VPN instalada e configurada. Dependendo do provedor que utilize, é possível que esse processo não saia de graça.

A maioria das VPNs com um bom custo-benefício deixa você escolher o protocolo com o qual deseja se conectar — e é comum ver o OpenVPN entre as opções oferecidas.

Por sorte, o processo é bem simples e igual em todas elas, independentemente da VPN que esteja utilizando.

No aplicativo da sua VPN, vá para a seção de configurações e encontre qual protocolo ela utiliza. A maioria das VPNs tem uma seleção de protocolos diferentes, sendo que o OpenVPN é um dos mais populares.

Depois de selecionar o OpenVPN, conecte-se ao servidor que quiser — o protocolo funcionará com todos eles.

Para uma visão geral de todo o processo, segue abaixo um guia rápido:

Guia Rápido para Usar o OpenVPN com a sua VPN

  1. Inicie a sua VPN e vá para as configurações.
  2. Localize a configuração do protocolo e mude para o OpenVPN.
  3. Conecte-se ao servidor que quiser, e pronto!

Suporte5.0

O OpenVPN não oferece as opções típicas de suporte. Por se tratar de um software de código aberto, ele não tem um chat ao vivo dedicado nem um e-mail para contato.

Em vez disso, ele disponibiliza uma seção de Perguntas Frequentes bem abrangente na sua página principal, além de guias passo a passo sobre como configurar o OpenVPN exatamente do jeito que você quer.

Se você estiver procurando por uma opção de suporte mais pessoal, ou caso tenha um problema mais específico que os guias não te ajudem a resolver, o OpenVPN tem uma comunidade enorme de profissionais que utilizam o protocolo regularmente.

Por que o suporte é importante?

Embora a maioria das pessoas acredite que um bom suporte só é necessário ao instalar uma VPN, existem muitas outras ocasiões onde você pode precisar de suporte ao cliente. Conectar-se a um servidor específico, alterar o seu protocolo de segurança e configurar uma VPN no seu roteador são todas as ocasiões em que o suporte pode ser útil. Verificamos cada VPN para ver se o suporte está disponível em todas as horas (mesmo de madrugada), o quão rápido elas respondem e se respondem às nossas perguntas.

Preço10

O OpenVPN, como o seu nome em inglês sugere — Open VPN = VPN Aberta — é um software de código aberto. Isso significa que ele é 100% grátis!

Eu dei uma pesquisada no website oficial deles e não encontrei um único botão de doação sequer!

Claro, isso não quer dizer que essa seja a solução de VPN certa para você. Caso procure por um serviço que não seja pago, mas sem os mesmos requisitos técnicos para configurá-lo, confira esta lista de alternativas gratuitas.

OpenVPN oferece os seguintes planos

Veredito Final

Se você tem o conhecimento técnico necessário, o OpenVPN pode ser uma alternativa fantástica à assinatura de uma VPN.

Mas se a velocidade for um problema, então o OpenVPN não é a sua escolha ideal como protocolo de VPN, pois o seu foco está principalmente na segurança, e não no desempenho. Você pode terminar com uma velocidade inutilizável ao se conectar a servidores estrangeiros — uma experiência diferente da que teria utilizando uma VPN dedicada.

O uso de servidores de terceiros pode trazer riscos à sua privacidade, mas é possível encontrar proprietários confiáveis ou até mesmo criar o seu próprio servidor.

Dúvidas Frequentes Sobre o OpenVPN

O OpenVPN vale a pena?

Se conexões de rede e detalhes altamente técnicos não assustam você, então o OpenVPN decididamente vale a pena, ainda mais se não tiver medo de investir algum tempo para encontrar e manter um servidor.

Por outro lado, se as VPNs soam como grego para você ou se ter uma boa velocidade está no topo das suas prioridades, eu posso afirmar que o OpenVPN não valerá a pena no seu caso. Para uma VPN alternativa, com poucos ajustes necessários, eu recomendo tentar a ExpressVPN.

Posso obter o OpenVPN de graça?

O OpenVPN é 100% grátis, e as chances de que isso mude são praticamente inexistentes.

Se conseguir encontrar um bom servidor de terceiros com uma boa política de privacidade, você pode montar uma boa VPN por uma fração dos custos de um provedor padrão. Alternativamente, teste o OpenVPN de graça com a ExpressVPN aproveitando a sua garantia de reembolso, sem nenhum compromisso.

O OpenVPN é seguro?

Este protocolo de VPN se orgulha de ser um dos protocolos mais seguros do mundo, e estes são alguns dos recursos responsáveis por essa segurança máxima:

  • Processo de encriptação OpenSSL de 256 bits com certificados de autenticação.
  • Protocolos criptográficos SSL/TLS.
  • Protocolos UDP e TCP para a transferência de dados.
  • Kill switch automático e conexão automática na inicialização.

Teste o OpenVPN hoje mesmo!

Importante saber

United States
2002
Não
1

Detalhes de Contato

[email protected]
www.openvpn.net

Comparar com alternativas

9.9 / 10
Visitar
9.7 / 10
Visitar
9.6 / 10
Visitar
OpenVPN
7.0  / 10

COMPARTILHE E APOIE

O WizCase é um site de análise independente. Somos apoiados pelos nossos leitores, então podemos receber uma comissão quando algo é comprado através dos links em nosso site. Você não paga nada a mais por nenhum produto — nossa comissão vem diretamente dos fornecedores.

Apoie o WizCase para nos ajudar a garantir avaliações honestas e imparciais. Compartilhe nosso site!