5 melhores VPNs para desbloquear a internet na China (2019)

Última atualização por Nick Soucy em agosto 16, 2019

Quando falamos de censura na internet, ninguém se compara à China.

Embora esteja gradualmente seguindo rumo a valores mais democráticos, por ser um país comunista, a China ainda é altamente autoritária e atua dessa forma quando se trata de controlar o consumo público de multimídia e informações.

Em resumo, a China bloqueia todo conteúdo e provedor de conteúdo que considera repreensível.

Confira nossas cinco melhores VPNs capazes de contornar o Grande Firewall da China (Great Firewall of China)

Abaixo, estão relacionadas as VPNs com a melhor probabilidade de penetrar os bloqueios de conteúdo na China fortemente protegido por firewalls.

Algumas funcionam melhor que as outras – e, devido ao cenário dinâmico e em constante mutação da tecnologia de cibersegurança, algumas funcionarão por um mês e deixarão de funcionar no próximo. Trata-se de um jogo de gato e rato que os provedores de VPN aprenderam a aceitar.

1. NordVPN – servidores ofuscados contornam o Grande Firewall da China (Great Firewall of China)

  • O Nord usa servidores ofuscados que permitem acessar conteúdo restrito geograficamente em regiões de alta segurança como a China
  • Desbloqueia conteúdo do Netflix EUA
  • Oculta seu endereço IP de forma segura
  • Rigorosa política antilogs (no-logs policy)
  • Aceita Bitcoin, para maior privacidade financeira
  • Uma desvantagem é que o app de iOS nem sempre consegue contornar o Firewall; somente versões desktop

Acesse a internet na China com o NordVPN

2. ExpressVPN – ótimas velocidades

  • Privacidade estrangeira: seus servidores estão sediados nas Ilhas Virgens Britânicas, o que significa que não retêm dados ou registram logs
  • Desbloqueia o Netflix
  • Serviço de suporte 24 horas
  • Velocidades ultrarrápidas, normalmente consideradas como as mais rápidas disponíveis entre todas as VPNs
  • Engenharia de segurança de alto nível, incluindo OpenVPN, criptografia AES de 256 bits, proteção contra vazamento de DNS/IPv6, kill switch e tunelamento dividido (split tunneling)
  • Histórico comprovado de capacidade de contornar o Grande Firewall
  • Um pouco mais caro, mas oferece garantia de reembolso de 30 dias

Fique online na China com o ExpressVPN

3. SurfShark VPN – todas as versões incluem servidores especiais para ficar online na China

  • Através do modo “NoBorder”, você poderá contornar o Grande Firewall
  • Desbloqueia restrições geográficas do Netflix EUA, Hulu, ESPN e BBC iPlayer
  • Aproveite um desconto generoso através do nosso link
  • Tecnologia de servidor ofuscado oculta seu uso da VPN, até mesmo do seu provedor de internet
  • Recurso CleanWeb
  • Dispositivos ilimitados

Use o Surfshark para ficar online na China

4. PrivateVPN – modo Stealth (furtivo) desenvolvido para funcionar na China

  • Usa protocolos de conexão robustos, como L2TP, para contornar o Grande Firewall. Basta acessar as configurações, selecionar “Stealth Mode” e pronto – até mesmo na China
  • Disponibiliza 100+ servidores proxy em mais de 60 países
  • Desbloqueia o catálogo completo do Netflix EUA em HD
  • Kill switch
  • Largura de banda ilimitada
  • Garantia de reembolso de 30 dias

Use o PrivateVPN para contornar o Grande Firewall da China (Great Firewall of China)

5. VyprVPN – protocolo Chameleon disponível em todas as assinaturas Pro

  • O exclusivo “protocolo Chameleon” do Vypr é uma das mais confiáveis tecnologias de proxy disponíveis, além de ser facilmente capaz de contornar o Grande Firewall. Também funciona na Rússia e Síria
  • Não inclui fornecedores ou softwares externos, o que significa uma segurança maior. Ele é proprietário dos servidores, redes e hardware
  • 700+ servidores seguros em 70+ localizações
  • 200.000+ endereços IP disponíveis
  • Uso de dados ilimitado
  • Serviço de suporte 24 horas

Contorne o Grande Firewall da China (Great Firewall of China) com o VyprVPN

Como usar uma VPN na China

Faça o download com antecedência:

Pela nossa experiência, o melhor método é baixar uma VPN em seu dispositivo ou adicioná-la como plugin em seu navegador antes de chegar às fronteiras nacionais do território chinês. A instalação anteriormente à viagem evita as complicações que ocorrem ao tentar fazer o download na China.

No entanto, as autoridades chinesas usam métodos engenhosos, e alguns jornalistas relataram que os funcionários aduaneiros chineses podem analisar todos os dados nos seus dispositivos antes de você sair do aeroporto. Nesse caso, possuir o software de VPN previamente baixado não irá ajudar, e a polícia local poderá excluir os apps do seu celular.

Presumindo-se que você já esteja na China e que ainda não baixou uma VPN, existem duas soluções:

Faça a instalação através destas soluções:

  1. Encontre um amigo que já possua uma VPN em operação. A maioria das lojas de conteúdo, como iTunes e Google Play, foi forçada a remover apps de VPN por completo dentro das fronteiras dos servidores chineses. Use o dispositivo do seu amigo como um hotspot wireless e, então, adquira sua VPN favorita usando o sinal seguro dele.
  2. Encontre um hotel internacional que possua conexão Wi-Fi segura e use a VPN do estabelecimento para baixar uma VPN em seus dispositivos. Muitos hotéis internacionais na China já possuem clientes de VPN em execução nos seus servidores, para servir aos clientes estrangeiros. Use a conexão VPN deles para instalar uma VPN em seu dispositivo.

O que torna uma VPN boa para usar na China?

A China se tornou altamente adepta a detectar softwares baseados em criptografia e tecnologias que contornam bloqueios, como VPNs e outros proxies. Eles usam todos os artifícios, desde bloqueio de endereços IP até envenenamento de DNS, além de impedir que os usuários visualizem ou forneçam conteúdo repreensível.

Confira alguns recursos para procurar:

  • Capacidade tecnológica de contornar o Grande Firewall (VPNs anunciam esse feito com orgulho, caso sejam capazes de contorná-lo)
  • Servidores em países próximos que não sejam ligados à China
  • Altas velocidades
  • Segurança e protocolos de criptografia de ponta
  • Um kill switch para interromper sua sessão de navegação em caso de queda de conexão
  • Rigorosas políticas antilogs (no-logs policies), o que significa que a VPN não armazenará seus dados e, portanto, não poderá divulgá-los às autoridades chinesas

Passe longe destas três VPNs enquanto estiver na China

Embora estejamos fazendo recomendações, devemos orientar você a evitar estes três provedores, pelo menos quando se trata de usá-los na China. Infelizmente, os provedores a seguir não conseguem penetrar o Grande Firewall, conforme atestado pela maioria dos usuários.
  • PIA: admite livremente que conectar-se à China é difícil
  • Betternet: não confiável em 2019. Costumava contar com alguma sorte para funcionar na China, mas não mais
  • Trust.Zone: similar ao PIA e ao Betternet, o Trust.Zone já foi capaz de contornar o Grande Firewall, mas testes feitos em 2019 mostram que ele não é confiável

Uma VPN grátis é capaz de contornar o Grande Firewall da China (Great Firewall of China)?

Poucas funcionarão, mas, como regra geral, não vale a pena apostar nas VPNs grátis devido aos riscos de que seus dados sejam vendidos ou comprometidos.

Assim como na sociedade ocidental, as VPNs grátis costumam ser de propriedade de empresas governamentais – ou, no mínimo, cooperam com governos locais. O mesmo é válido para a maioria das VPNs grátis na China, o que significa que você poderá entrar em apuros, caso faça uso da VPN errada.

Além disso, as VPNs grátis não oferecem capacidade e desempenho no geral. A maioria impõe limites de largura de banda, é incapaz de desbloquear conteúdo restrito e pode vender seus dados.

Caso insista em fazer uso de uma VPN grátis na China, você pode usar o TunnelBear ou o Windscribe, pois nenhum deles é administrado por empresas chinesas.

Os viajantes relatam obter um sucesso maior com as VPNs grátis se também usarem o navegador Tor para ajudar a tornar anônimos seus dados de navegação.

No geral, é mais fácil e confiável usar um provedor de VPN premium e conceituado através do pagamento de uma pequena quantia mensal.

Por que preciso de uma VPN na China?

Virtual Private Network (VPN)Em resumo, a única maneira de visualizar conteúdo restrito, como redes sociais internacionais, suítes de e-mail e ferramentas de produtividade populares, plataformas globais de notícias e entretenimento internacional, é fazendo uso de um provedor de VPN confiável.

O governo chinês emprega um grande volume de recursos financeiros e humanos para estabelecer leis de censura rigorosas, sendo que mais de 2 milhões de funcionários trabalham em seus departamentos de propaganda e em uma equipe composta por engenheiros de cibersegurança altamente treinados.

Google, Facebook, Twitter, Wikipédia, Instagram, Gmail e a maioria dos sites de notícias são apenas uma amostra dos milhares de sites populares bloqueados pelos provedores de internet chineses.

Contornar os bloqueios de conteúdo chineses não é uma tarefa simples, mas é possível fazê-lo. Você apenas deverá aprender a escalar a Grande Muralha sem ser visto.

A revista Diplomat chamou a cultura antitecnologia da China de “banditismo à moda antiga”, e é fácil ver o porquê. A China é famosa por prender jornalistas que ousam falar a verdade ao poder. O país já sofreu diversas reclamações por parte de organizações de direitos humanos e de imprensa livre ao redor do mundo, e admite abertamente que censura conteúdo sob a execução de seu departamento de propaganda.

Da mesma forma que as autoridades russas, o governo chinês possui um histórico de propaganda e ofuscação, o que dificulta saber quais regras obscuras são aplicadas em uma base de facto, em vez de uma base de jure verdadeiramente legal.

Esteja ciente de que, caso seja um leitor ocidental, principalmente um norte-americano, você possui garantidos muito mais direitos de expressão livre e aberta do que os chineses atualmente desfrutam.

Para fazer justiça aos cidadãos chineses, é importante distinguir entre os líderes autoritários, que demonstram desprezo pela cultura ocidental, e os cidadãos da China, muitos dos quais adoram e apreciam as notícias, entretenimento e outros conteúdos sem censura que nós produzimos.

Para sua sorte, oferecemos descontos em provedores de VPN premium, e você pode até mesmo aproveitar as versões de avaliação grátis para testar suas VPNs favoritas ou verificar nossos cupons de VPN válidos para garantir as melhores ofertas.

O Grande Firewall da Censura

Os esforços do governo chinês contra as VPNs se tornaram coloquialmente conhecidos como o Grande Firewall da Censura. Uma metáfora adequada para descrever seus esforços hercúleos contra sites de mídias sociais como o Twitter e quaisquer notícias ou conteúdos ocidentais que o governo considera estar em discordância com sua visão de mundo.

As autoridades chinesas se referem a eles como The Golden Shield Project (Projeto Escudo Dourado), talvez no desejo de sugerir a presunção de que estejam protegendo os cidadãos, em vez de censurar ou restringi-los.

Seja qual for o nome, o fato é que muitos dos sites mais populares do mundo, como Google, YouTube, Wikipédia, Apple e Facebook, admitiram ter ajudado a China a censurar ou apagar conteúdos visualizados por cidadãos chineses.

Espere. As VPNs não são ilegais na China?

Sim e não.

China best VPNEmbora tecnicamente alguns tipos de uso e atividade em VPNs sejam contra as leis chinesas, algumas aplicações são permitidas em algumas circunstâncias e para pessoas específicas. Por exemplo, os provedores de VPN são proibidos de operar suas empresas dentro da China, mas seus clientes têm permissão para usar seus serviços de VPN.

Há uma pegadinha nisso: eles devem obter aprovação prévia do governo chinês. Em outras palavras, algumas leis estão oficialmente registradas, enquanto algumas regulamentações são meramente uma questão de prática.

Organizações internacionais como o Council on Foreign Relations (Conselho de Relações Exteriores) chamaram essas medidas de “extralegais”, e advertem que suas liberdades presumidas como turista ocidental podem lhe causar problemas na China.

Caso forneça um motivo para que eles fiquem de olho em você (ex.: usar dados excessivos para fazer downloads de torrents), os chineses poderão processá-lo, independentemente de quais leis sejam oficiais.

A China não realiza banimentos por atacado de servidores sobre as VPNs da mesma forma que a Netflix tenta fazer. Simplesmente existem muitos clientes corporativos internacionais que usam VPNs para fins legítimos, de forma que o governo chinês não proíbe VPNs por completo. Isso seria ruim para os negócios. Em geral, o uso corporativo é permitido. No entanto, o país torna a questão mais tenebrosa em relação ao uso individual de VPNs.

Tecnicamente, o uso individual não parece ser regulamentado como o uso corporativo. No entanto, houve relatórios de indivíduos que receberam multas equivalentes a US$ 145, e até mesmo de cidadãos tibetanos presos por usar VPNs. Obviamente, um cidadão chinês sofreria consequências piores que um turista ou expatriado estrangeiro; alguns relataram que seus sinais de telefone foram bloqueados até que a polícia conseguisse vasculhar seus celulares para excluir quaisquer apps de VPN.

A lição é que, embora estejamos em 2019, as regras para uso de VPNs por indivíduos não estão definidas, e o governo chinês sempre poderá impor leis mais rigorosas para o uso pessoal – o que pode gerar multas e prisões.

Devo usar uma VPN na China?

Fica totalmente a seu critério. Essa é uma questão de aversão ao risco versus seus valores sobre livre expressão e internet aberta. No entanto, você talvez concorde que existe uma grande diferença moral entre simplesmente contornar regulamentações de censura e participar de atividades que causam danos reais a outras pessoas.

Afinal, a China não apenas bloqueia pornografia ou sites anticomunistas. Eles também bloqueiam muitos apps de produtividade, como Gmail, Dropbox, Google Docs, One Drive e outras ferramentas de negócios que você poderá precisar enquanto estiver na China.

Se você possui prazos estritos e precisa acessar apps banidos, uma boa VPN pode ajudá-lo.

Estou pronto para testar uma VPN na China

Oferecemos cupons para a maioria dos provedores que funciona na China, e você pode aproveitar suas garantias de reembolso. Basta fazer o cancelamento dentro dos prazos definidos, e você poderá testar as melhores VPNs pagas para a China sem riscos.

Estamos certos de que você irá adorar nossos provedores de VPN recomendados, portanto, talvez deseje continuar fazendo uso deles em sua casa para desfrutar todos os benefícios de privacidade e segurança proporcionados pelo uso de uma VPN – independentemente de onde você more.

Dica final – adquira uma VPN de backup

Muitos turistas recomendam instalar uma VPN de backup, caso a primeira opção falhe. Até mesmo as melhores VPNs podem ocasionalmente enfrentar novos bloqueios que não conseguem superar – por isso, talvez valha a pena instalar um segundo cliente de VPN, apenas para garantir.

Nick Soucy
Escrito por Nick Soucy
Nick Soucy é apaixonado por cibersegurança e tecnologias modernas, especialmente aquelas que protegem a privacidade online e a expressão da Primeira Emenda norte-americana. Ele também tem profunda curiosidade sobre a inteligência geral artificial (AGI) e as ciências filosóficas do futurismo e da evolução trans-humanista.