Riscos e recompensas de possuir uma VPN DIY em casa

Published by Gray Williams on março 14, 2019

Aumente sua proteção, segurança e privacidade online com o uso de uma VPN.

Proteger seus dados e informações pessoais nunca foi tão importante quanto nos dias atuais. O número de hackers e cibercriminosos se multiplicou por dez, o que exige a segurança adicional de todos os dispositivos. Uma das maneiras mais simples e seguras de se proteger é usar uma VPN.

Se você estiver considerando optar por uma VPN doméstica, uma informação essencial a ser conhecida é sua banda de upload. Para descobrir sua banda de upload, pesquise “teste banda upload” no Google, clique no seu site preferido e siga as instruções. Essa informação é essencial e irá ajudar você a decidir qual rumo tomar em relação à sua VPN.
Homemade VPN routeCaso sua banda seja insuficiente, você deverá optar por um serviço de VPN pago. Lembre-se de que, na maioria das vezes, seu provedor de internet permitirá mais banda de download do que de upload. Caso sua banda de upload seja suficiente, você poderá configurar seu próprio servidor VPN.

Vantagens de montar seu próprio servidor VPN DIY

Sua conexão VPN doméstica fornece a você um túnel seguro e privado, o qual é especialmente útil no caso do uso de serviços Wi-Fi públicos. E, caso pretenda viajar para o exterior, você ainda conseguirá acessar seus sites favoritos com restrição geográfica – como o Netflix.

Além disso, você poderá permitir que outras pessoas se conectem à sua rede residencial com acesso através do servidor VPN. Isso manterá as informações e conteúdos de navegação dos seus amigos e familiares seguros. Se você é gamer, também há maneiras de jogar seu jogo de PC via LAN através da sua conexão à internet.

Com um servidor VPN doméstico, você poderá acessar tudo o que estiver em sua rede caseira a partir de qualquer lugar do mundo.

Desvantagens de montar seu próprio servidor VPN DIY

Além do fato de ser necessária alguma experiência com tecnologia, seu provedor de internet também trabalhará contra você ao garantir baixas velocidades de upload. Se essa situação lhe for familiar, configurar seu próprio servidor VPN será difícil e não valerá seu esforço.

Outro aspecto que deve ser considerado: você talvez não consiga contornar os mesmos bloqueios geográficos como seria possível com uma assinatura de VPN paga. O motivo disso pode ser porque seu servidor VPN doméstico se conecta a partir da sua região de residência.

Além disso, há o fator de manutenção que você deve considerar. Com um servidor VPN pago, não será preciso lidar com isso, pois ele se encarregará de todo o trabalho por você.

Três maneiras de criar uma VPN doméstica

1 Adquirir um roteador VPN

Em vez de criar uma VPN doméstica do zero, você pode substituir um roteador antigo por um novo que possua suporte integrado a VPNs. Esse tipo de roteador não é difícil de ser encontrado, pois a maioria dos roteadores novos oferece suporte a servidores VPN.

Além disso, configurar a VPN através da interface web do roteador é muito simples.

2 Escolha um roteador que seja compatível com DD-WRT ou outro firmware externo

Os roteadores antigos possuem firmware extremamente inútil para configurar um servidor VPN doméstico. Caso queira usar seu roteador antigo, você deverá instalar um firmware customizado. O firmware mais popular para se instalar é o DD-WRT ou OpenWrt.

Caso seu roteador ofereça suporte a ele, basta “flasheá-lo” com esse firmware para aproveitar os recursos adicionais.

No entanto, caso seu roteador antigo não suporte esse firmware, recomendamos trocar seu roteador por um roteador novo.

3 Crie um servidor VPN dedicado por conta própria

Você também pode montar uma máquina na sua casa para hospedar o software do servidor VPN. É importante que esse aparelho jamais seja desligado.
Online VPNTanto a Apple quanto o Windows possuem uma configuração embutida para esse objetivo, mas não recomendamos usá-la. Os motivos para não indicarmos uma máquina Apple ou Windows são porque elas normalmente não são suficientemente poderosas para oferecer a segurança online de que você precisa. Sem falar que pode ser muito trabalhoso configurá-las adequadamente. No final das contas, elas podem não valer a pena.

Recomendamos o OpenVPN, um servidor VPN externo amplamente usado e poderoso. Ele também é compatível com MacOS, Windows, iOS, Android e Linux. Bastando simplesmente redirecionar as portas certas do seu roteador, configurá-lo é muito fácil.

Diferentes opções para você

Ao pagar um provedor de VPN para hospedar um servidor VPN, você não estará economizando apenas tempo, mas dinheiro. Ele custará menos do que usar um provedor VPN regular, pois você apenas estará pagando a ele para ser seu host.

Essa opção é simples e requer apenas que você instale a VPN com alguns cliques. Você ainda contará com um app prático para gerenciá-la.

Caso contrário, você poderá acabar com uma VPN que exija sua instalação através de uma linha de comando. Você não vai querer isso, pois o processo é muito tedioso e demorado.

Protegendo seu servidor VPN doméstico

Para contar com um endereço fácil para acessar sua VPN, você deve se certificar de que seu roteador esteja com o DNS dinâmico configurado.
VPN server secureAlém disso, você deve possuir segurança máxima, para que pessoas não autorizadas não consigam acessar sua rede. Definir senhas fortes é apenas o começo. Considerar um servidor OpenVPN com um arquivo de chave robusto irá proteger a conexão e o processo de autenticação.

Um método adicional inclui usar um concentrador VPN para obter uma conexão segura entre os nodes VPN. Essa solução autentica usuários, configura canais, criptografa dados, decodifica dados, atribui um endereço IP e protege a entrega de dados.

Independente do que você faça, não use um serviço de proxy grátis: eles são vulneráveis a problemas de segurança, pois deixam um backdoor aberto para acessar sua rede. Isso deixa você suscetível a roubos de senhas e dados de cartão de crédito, participação em ataques DDoS, rastreamento de atividades online e mais.

Sua segurança online

Sua melhor aposta para privacidade online é investir em um serviço de VPN. Você talvez não queira pagar, mas essa é a melhor maneira de realmente garantir que suas informações permaneçam seguras online.

Nossa melhor escolha entre provedores de VPN é o ExpressVPN. Ele disponibiliza uma enorme variedade de servidores à sua escolha, enquanto fornece altas velocidades de conexão que permitem que você faça streaming com facilidade.
ExpressVPN O ExpressVPN conta com um serviço de suporte útil e prestativo disponível 24/7, além de não armazenar nenhum dos seus dados e oferecer sofisticados protocolos de criptografia.

Se esta for a primeira que você usa uma VPN, familiarizar-se com os serviços do ExpressVPN não será um problema. Ele é simples de entender e funciona com qualquer dispositivo. Além disso, ele oferece garantia de reembolso de 30 dias – ou seja, você não perderá nada por experimentá-lo.

Conclusão

Configurar sua rede doméstica com uma VPN é a melhor maneira de proteger sua segurança e privacidade online. Uma VPN não apenas permite que você se conecte à web a partir de qualquer lugar do mundo, como também permite que você contorne uma grande quantidade de restrições.

Agora, o que você deve comparar é se montar sua própria VPN DIY em casa é melhor que assinar um serviço pago. Considere nossas orientações acima ao escolher sua opção ideal – pois, independente da forma como você a analisar, uma VPN é uma das únicas maneiras de proteger seus dados e informações pessoais online.

ExpressVPN encrypted virtual tunnel

Experimente o ExpressVPN agora – sem riscos

Gray Williams
Gray Williams é um experiente engenheiro de dados e comunicações, redator de conteúdo multiplataforma e editor com grande interesse em cibersegurança. Ele pesquisa e trabalha com VPNs e outras ferramentas de privacidade online há muitos anos.