Proxy x VPN: que ferramenta de segurança é melhor para você?

Última atualização por Gray Williams em março 15, 2019

A regra geral diz que tudo o que um proxy pode fazer, uma VPN pode fazer melhor. Isso não significa que a escolha certa seja SEMPRE uma VPN (embora ela seja, 95% do tempo); portanto, é importante entender essas duas ferramentas de segurança online, bem como as necessidades que você possui, antes de decidir.
Online security VPN or Proxy
Existem diversos motivos para usar uma VPN ou um proxy:

  • Privacidade online
  • Segurança online
  • Transmitir programas com bloqueio geográfico
  • Torrenting
  • Ocultar seu endereço IP
  • Alterar sua localização virtual
  • Acessar conteúdo bloqueado na sua região
  • Contornar a censura online em países como China e Rússia

Ambas as ferramentas foram criadas com a segurança online em mente, e usá-las manterá seu anonimato online – porém, elas serão capazes de atender às necessidades indicadas acima?

Se você já está familiarizado com essas ferramentas, clique aqui e veja por que uma VPN é muito superior (e, não: o motivo não é porque somos um site de VPNs).

Caso contrário, continue lendo enquanto analisamos as VPNs e proxies em detalhes e comparamos as vantagens e desvantagens quando se trata de segurança online, streaming e mais.

Proteja-se agora com o NordVPN

O que é uma VPN?

Uma VPN, ou rede privada virtual, redireciona sua atividade online a partir dos servidores do seu provedor de internet para um servidor remoto. Assim que estiver conectado ao servidor remoto, você receberá um novo endereço IP baseado na localização do servidor, independentemente da sua localização atual.

Existem centenas de VPNs à sua escolha, sendo que algumas são grátis e outras exigem uma assinatura paga. O único aspecto que todas elas têm em comum é que você deverá baixar o software para usá-las. Após a conexão, ela irá redirecionar todo o seu tráfego, e não apenas aplicações específicas, através de um túnel seguro. É preciso mencionar que algumas VPNs oferecem o recurso de “tunelamento dividido”, o qual permite que uma parte do tráfego seja transmitida através do provedor de internet, enquanto somente aplicações específicas são redirecionadas aos servidores VPN.

No entanto, esse recurso não é padrão, e fica a seu critério decidir quando e se deseja ativá-lo. Os dados transmitidos a partir do seu dispositivo são criptografados – portanto, todas as suas informações de navegação e dados privados permanecem seguros, causando a impressão de que você está usando uma rede privada, em vez do seu endereço IP e localização.

Fazer uso de uma VPN oferece inúmeros benefícios de segurança, pois ela reduz as chances de que sua atividade online seja monitorada e suas senhas e outras informações confidenciais sejam hackeadas, bem como diversas outras ameaças de segurança.

Uma VPN satisfará suas necessidades?

Virtual Private Network (VPN)Uma boa VPN permite que você faça buscas na internet de forma segura e anônima a partir de qualquer conexão, privada ou pública. As VPNs ainda oferecem medidas de segurança e criptografia adicionais para proteger suas informações durante sua navegação em redes Wi-Fi públicas.

Mesmo que um hacker tente obter acesso às suas informações, a criptografia garantirá que os dados sejam inutilizáveis. Caso esteja em busca de segurança e privacidade online, você precisará de uma VPN com alto grau de criptografia e protocolos de segurança variados, como OpenVPN e SSTP.

No geral, não recomendamos VPNs grátis, pois elas oferecem serviços limitados (para que você faça o upgrade aos planos premium) ou vendem seus dados a anunciantes para faturar.

Outro benefício de criptografar seus dados é que seu provedor de internet não poderá ver o que você está fazendo online.

Isso é benéfico por diversos motivos.

  1. Provedores de internet são conhecidos por limitar as velocidades de usuários em sites com alto tráfego de dados.
  2. Suas atividades online se tornam anônimas.
  3. Você pode compartilhar torrents sem medo de que seu provedor entregue suas informações ao governo.

Nem todas as VPNs são iguais: algumas são melhores que outras quando se trata de necessidades específicas. Assim que souber por que deseja uma VPN, você terá mais facilidade para encontrar sua opção ideal. As melhores VPNs gerais atendem à maioria dessas necessidades, se não todas elas.

Por exemplo, caso queira contornar o Grande Firewall da China, você deverá garantir que sua VPN não tenha sido detectada pelo governo chinês.

O mesmo vale para assistir ao  Netflix, Hulu, BBC iPlayer ou qualquer outro site que esteja restrito aos usuários com base em suas localizações. Conferir as avaliações das VPNs costuma fornecer todas essas informações e permite que você adquira a melhor VPN para suas necessidades.

Se você busca uma VPN que seja capaz de cumprir todos os itens da lista acima, recomendamos adquirir o ExpressVPN ou o NordVPN.

Isso não quer dizer que tudo é perfeito nas VPNs. Como tudo neste mundo, elas têm algumas desvantagens.

Especificamente, seus preços.

Caso queira obter uma VPN confiável e segura que faça o que você precisa, será preciso pagar. A maioria das VPNs oferece desconto no preço, caso você adquira um pacote de assinatura mais longo que um mês. Você também pode encontrar cupons de VPNs ao longo do ano, os quais permitem economizar um bom dinheiro.

O que é um proxy?

Um proxy é uma ferramenta de privacidade capaz de ocultar seu endereço IP e causar a impressão de que você está em outra localização. Diferentemente de uma VPN, não é preciso baixar nenhum software – e a conexão será destinada a uma única aplicação específica, e não à sua rede inteira.

Ao usar um proxy juntamente com seu navegador, você pode configurar sua internet para ser redirecionada para servidores independentes primeiro, o que permite que seu endereço IP permaneça oculto. Essa medida oferece anonimato enquanto você navega ou faz streaming na internet. Sua localização também fica oculta; portanto, se você deseja acessar sites que estejam bloqueados no seu país, um proxy é uma forma de contornar o problema. No entanto, não há medidas de segurança online, como a criptografia dos protocolos de segurança, assim como disponível no OpenVPN.

O principal uso de um proxy é evitar filtros, como bloqueios por localização geográfica ou bloqueios aplicados em sites específicos por parte de escolas, bibliotecas ou universidades. Por exemplo, se uma biblioteca bloqueou o acesso a alguma rede social, você pode usar um proxy para acessar esse site desejado.

Existem muitos tipos diferentes de proxies. Os mais comuns são:

  1. Proxy anônimo
    Este é o proxy padrão disponível gratuitamente na internet. Ele não oculta seu endereço IP, mas você também poderá evitar cookies e campanhas de remarketing. No entanto, ele também não oculta o fato de que o endereço IP está conectado a um proxy. Há grandes desvantagens neste tipo de proxy, as quais incluem riscos de segurança e velocidades muito lentas.
  2. Proxy de alto anonimato
    Este tipo não apenas ocultará seu endereço IP, como também ocultará o fato de que se trata de um proxy. A chance de acessar conteúdos com bloqueio geográfico é mais alta ao usar esta opção de alto anonimato.
  3. Servidor SOCKS5
    Este servidor proxy oferece um nível maior de anonimato e servidores altamente anônimos, com base na forma como gerencia seu tráfego online. Ele pode ser usado para navegar na China e também para fazer torrenting de forma anônima. Diferentemente de outros proxies, ele não é grátis.

Um proxy satisfará suas necessidades?

Um proxy oferece proteção básica em relação à sua privacidade. Como todos os seus dados web são enviados primeiramente para um servidor proxy, e, então, você é redirecionado ao site desejado, seu endereço IP e sua localização podem permanecer ocultos, pois o site apenas visualizará o endereço do servidor proxy. Isso garante proteção contra vigilância externa, mas você deve ter em mente que o proprietário do servidor proxy poderá acessar seus dados, além de costumar armazenar logs.

Além disso, um proxy ajuda a limitar a quantidade de publicidade recebida, pois seu endereço IP estará oculto. Caso se preocupe com anúncios, você deverá se certificar de escolher o proxy adequado, pois alguns proxies inserem anúncios próprios nos sites que você visita, bloqueando anúncios externos e os substituindo por seus próprios.

Proxy configurationSeu servidor proxy é selecionado no seu próprio navegador e não requer o download de nenhum software, o que torna o proxy simples e fácil de configurar. Como não é preciso nenhum download ou software adicional, seu espaço em disco também não é impactado. No entanto, sua velocidade na internet é afetada, pois haverá uma etapa adicional em cada solicitação, conforme elas são transmitidas através do servidor proxy.

De acordo com a localização do servidor proxy, conteúdos específicos estarão restritos, e outros conteúdos poderão ser acessados. Caso não consiga visualizar um site na Inglaterra, mas o servidor proxy esteja localizado na Austrália, você poderá ser capaz de acessar o site. Isso pode funcionar com alguns usuários, mas você também poderá se frustrar, caso precise acessar sites de regiões variadas – portanto, talvez seja preciso redefinir suas configurações a cada vez que você precisar acessar um site com bloqueio geográfico, para que seja possível acessar um servidor adequado.

Fazer uso de um proxy é uma opção de segurança simples e leve para usuários que estejam em busca de uma solução temporária com base em suas localizações – ou caso estejam usando um sistema restrito. Quando você usa um proxy, é essencial encontrar um servidor proxy legítimo e confiável. Nunca se esqueça de que, embora você esteja obtendo anonimato, o proprietário do servidor proxy também permanecerá desconhecido. Além disso, como os proxies são normalmente grátis, a segurança deles costuma ser insuficiente – o que pode não garantir sua privacidade e anonimato.

VPN x Proxy: a resposta deve estar óbvia agora

Isso está parecendo uma batalha entre Davi e Golias – exceto pelo fato de que, neste caso, Golias vence sem esforço.

Uma VPN realiza todas as mesmas funções de um proxy, mas ainda conta com muitos outros recursos que garantem mais confiabilidade, segurança e proteção. Se você busca por uma solução de longo prazo para proteger seus dados e sua segurança, uma VPN é sua melhor opção, sem dúvidas.

O melhor momento em que um proxy seria uma opção melhor que uma VPN é se você precisar apenas contornar um firewall rapidamente para conferir algo. Por exemplo, se você estiver no trabalho ou na escola e quiser acessar seu Facebook, mas caso o firewall bloqueie redes sociais, um proxy realizará essa tarefa.

Caso pretenda optar por uma ferramenta paga de web proxy, como o SOCKS5, você acabará investindo o mesmo valor ou mais pela proxy, em comparação com aquilo que gastaria com uma VPN – e ainda assim aproveitaria uma fração dos benefícios.

Se você busca segurança online, anonimato, velocidade, torrenting, streaming ou a capacidade de contornar censura, fazer uso de uma VPN é uma opção muito melhor.

Confie em nossa palavra: no longo prazo, você obterá muito mais vantagens investindo um baixo valor por mês e aproveitando todos os benefícios inclusos em uma VPN do que tentando encontrar um servidor proxy que esteja funcionando a cada vez que precisar de algo.

Classificação
Provedor
Nossa pontuação
Preço
Preferido
1.
Preferido
NordVPN
$3.49 / mês
Economize 71%
Preferido
2.
Preferido
ExpressVPN
$6.67 / mês
Economize 48%
Preferido
3.
Preferido
CyberGhost VPN
$2.75 / mês
Economize 77%
Preferido
4.
Preferido
Surfshark
$1.99 / mês
Economize 83%
Preferido
5.
Preferido
PrivateVPN
$1.89 / mês
Economize 73%
Gray Williams
Gray Williams é um experiente engenheiro de dados e comunicações, redator de conteúdo multiplataforma e editor com grande interesse em cibersegurança. Ele pesquisa e trabalha com VPNs e outras ferramentas de privacidade online há muitos anos.