Aviso legal:
Nossas análises

O Wizcase engloba análises escritas por nossos avaliadores da comunidade, baseadas na análise independente e profissional dos produtos pelos avaliadores.

Propriedade

A Kape Technologies PLC, controladora do Wizcase, detém as marcas ExpressVPN, CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, que podem ser analisadas neste site.

Taxas por indicação

O Wizcase pode receber comissão de afiliados quando uma compra é feita usando nossos links. No entanto, isso não influencia no conteúdo das análises que publicamos ou nos produtos/serviços analisados. Nosso conteúdo pode incluir links diretos para adquirir produtos que fazem parte de programas de afiliados.

Padrões de análise

Todas as análises publicadas no Wizcase atendem aos nossos rígidos padrões de análise para garantir que sejam baseadas em uma avaliação independente, honesta e profissional por parte do avaliador do produto/serviço. Tais padrões exigem que o avaliador considere as qualidades técnicas, características do produto e seu valor comercial para os usuários, o que pode afetar a classificação do produto no site.

Como usar o Telegram na Rússia (atualizado em 2022)

Eric Ribeiro
Última atualização por Eric Ribeiro em Maio 01, 2022

A censura governamental não se limita apenas ao bloqueio de blogs e sites de notícias. Às vezes, ela chega ao ponto de impedir apps que permitam que você expresse suas opiniões em privado a amigos, familiares e colegas de trabalho. Assim como ocorrido na Rússia com o app de mensagens Telegram.

Telegram unblock vpn
Telegram
Apesar das raízes russas do Telegram, oficiais do governo recentemente declararam que o app é uma ameaça potencial aos residentes do país. A aplicação ganhou tanta proeminência que os oficiais o estavam utilizando como suas fontes principais para troca de mensagens.

Eventualmente, oficiais de alta patente insistiram para que os criadores do app, os irmãos Nikolai e Pavel Durov, fornecessem sua chave de criptografia para garantir controle total sobre o conteúdo compartilhado. Mas eles se negaram a fazê-lo.

O Telegram, apesar disso, continua sendo um dos serviços de mensagens mais populares do país. No entanto, acessá-lo com um endereço IP russo é atualmente impossível.

Felizmente, existem formas de contornar essa censura regional.

Como uma VPN funciona com o Telegram

Virtual Private Network (VPN)
Abreviação de Virtual Private Network (rede privada virtual, em português), uma VPN criptografa e redireciona o tráfego da Internet por meio de seus próprios servidores remotos, localizados ao redor do mundo. Isso permite que você se conecte à Internet como se estivesse em seu país de origem enquanto visita a Rússia a trabalho ou férias.

As VPNs ajudam a contornar todas as restrições de bloqueio impostas pelas autoridades russas. Além disso, você obtém anonimato total enquanto navega ou troca mensagens. O fluxo de dados codificado por meio de criptografia de grau militar protege suas informações contra visualizações não autorizadas.

Para acessar o Telegram:

  1. Instale a VPN de sua escolha
  2. Conecte-se a um servidor fora da Rússia
  3. Faça login em sua conta do Telegram

As melhores VPNs para Telegram na Rússia

Todas as VPNs oferecem uma ótima maneira de ocultar sua localização atual. No entanto, estes serviços são os melhores, caso você queira acessar sua conta do Telegram.

1ExpressVPN

Principais características:

  • Mais de 3000 servidores
  • Servidores em mais de 94 países
  • Kill switch automático
  • Não registra logs
  • Tunelamento dividido

A ExpressVPN oferece a qualquer pessoa dentro das fronteiras russas uma maneira de acessar sua conta do Telegram sem restrições. Com uma política sem registro (no-logs), os usuários podem ter certeza de que suas atividades online não serão relatadas às autoridades locais.

A criptografia AES de 256 bits protege seus dados e garante que sua atividade permaneça privada e anônima. Você pode ficar certo de que contará com conexões velozes ao usar o ExpressVPN. Este serviço disponibiliza mais de 3000 servidores em mais de 94 países – portanto, não há problemas de lag devido à sobrecarga dos servidores.

Teste a ExpressVPN sem riscos

2CyberGhost VPN

Principais características:

  • Segurança adicional com bloqueador de malware
  • Servidores em mais de 91 países
  • Kill switch automático
  • Mais de 7500 servidores
  • Banda ilimitada

O CyberGhost VPN emprega criptografia AES de 256 bits com garantia de não registro (no-logs) para proteger as atividades online de seus usuários. Diferentemente de alguns de seus concorrentes, o CyberGhost conta com um bloqueador de malware para bloquear programas suspeitos.

Ele disponibiliza mais de 7500 servidores em mais de 91 países, com aplicações para todos os principais sistemas operacionais, dispositivos móveis e navegadores.

Teste a CyberGhost sem riscos

3Private Internet Access

Principais características:

  • Mais de 34400 servidores em mais de 84 países
  • Segurança de última geração sem logs
  • Protege 10 dispositivos de uma só vez
  • Largura de banda ilimitada
  • Garantia de reembolso de 30 dias

A Private Internet Access conta com uma política sem registro (no-logs) para evitar que terceiros indesejados exijam informações do usuário. A criptografia AES de 256 bits impede que outras pessoas interceptem o fluxo de dados enquanto você navega. Este provedor também possui mais de 34400 servidores em mais de 84 países e uma garantia de reembolso de 30 dias.

Teste a PIA sem riscos

Conclusão

Nem todas as VPNs funcionam com todos os usuários. Muitos desses serviços oferecem garantia de reembolso ou versões de avaliação grátis limitadas para ajudar você a garantir que esteja tomando a decisão certa.

Sugerimos que você experimente diferentes VPNs para se certificar de que adquira o serviço desejado e que seja capaz de acessar seus sites, conteúdos e apps favoritos.

Gostou desse artigo? Avalie!
Eu detestei Eu não gostei Achei razoável Muito bom! Eu adorei!
3.90 Votado por 3 usuários
Título
Comentar
Obrigado por seu feedback
Eric Ribeiro
Eric é um escritor de tecnologia e um early adopter que gosta de explorar as novidades da indústria. Faz o possível para manter sua privacidade online e acredita que, assim como no mundo real, todos devem poder escolher quem tem acesso às vidas suas privadas.