23 estatísticas incríveis sobre a internet e as redes sociais em 2019

Última atualização por Gray Williams em janeiro 03, 2019

Este ano foi explosivo para o mundo das redes sociais. Com todas as regulamentações online, revoluções nas hashtag do Twitter e escândalos de privacidade do Facebook, a internet proporcionou uma enorme quantidade de dramas.

Apesar disso, os usuários não estão reduzindo seu uso de internet, sendo que muitos de nós passamos grande parte do dia online, conectando-nos com amigos, familiares e com o mundo em geral.

Continue a leitura para conhecer nossas semelhanças e diferenças, e confira como nós nos engajamos com uma internet cada vez maior e mais dinâmica.

Tendências no uso da internet

1. O PIB dos países parece demonstrar uma forte correlação com a penetração de internet, sendo que os países mais ricos apresentam maior penetração de internet, e vice-versa. A diferença entre os usuários de internet na Coreia do Norte e no Catar é de 98,4%

Apesar de seu tamanho e população, a Coreia do Norte apresenta uma penetração de internet de apenas 0,06%, enquanto o Catar e os Emirados Árabes Unidos contam com incríveis 99% de cidadãos conectados.

Highest and lowest internet penetration by country

2. Nos últimos 18 anos, a África passou por um notável aumento de quase 10.000%, enquanto a América do Norte obteve módicos 219% de aumento, principalmente devido à adoção precoce.

Increase in Internet Use between 2000 and 2009

3. O uso da internet é mais difundido na América do Norte e na Europa setentrional e ocidental, com mais de 90% de penetração, enquanto permanece baixo na África central e oriental, com menos de 20%.

Isso se deve principalmente à menor infraestrutura disponível.

Internet penetration by region

4. A população da Tailândia passa mais tempo online por dia do que qualquer outro lugar do mundo. Em média, ela passa 9 horas e 38 minutos online diariamente, enquanto o norte-americano comum passa um período muito mais modesto de 6 horas e 30 minutos surfando na web.

Entretanto, não surpreende que o Quênia e o Marrocos passem menos de 4 horas e 3 horas online por dia, respectivamente.

Time spent per day on the internet

5. Qual é o sistema operacional mais popular do mundo? O alto custo dos dispositivos da Apple tornou-lhe uma opção menos comum de SO, com um total combinado de 18,47% entre Mac OS X e iOS. No entanto, o Android está na liderança com 40,06%, seguido de perto pelo Windows, com 36,74%.

O Linux é o sistema usado com menos frequência, provavelmente devido ao fato de que seu código-fonte aberto significa que ele está em constante alteração, o que o torna difícil de usar, caso você não detenha o conhecimento técnico necessário.

Popularity of different OS Systems Worldwide

6. Em relação aos navegadores, você pode ver que o Chrome supera todos os outros navegadores por uma ampla margem.

A popularidade do Opera no continente mais pobre de todos provavelmente se deve ao fato de que ele requer menos dados do que o Chrome, e, portanto, consiste em uma opção melhor para quem não possui os dispositivos mais modernos ou grandes pacotes de dados.

Popularity of different browsers

7. Com 90,61% dos usuários escolhendo o Google como o motor de busca de sua preferência, não surpreende que a frase “joga no Google” tenha se tornado tão famosa.

Os principais motivos pela alta disseminação do uso do Google incluem anúncios relevantes e resultados rápidos. Além disso, o Google vem pré-instalado em dispositivos Android, o sistema operacional mais popular de todos.

Popularity of different search engines

Tendências nas redes sociais

8. O Facebook ainda é a plataforma de rede social mais popular do mundo, com mais de 1 bilhão de usuários ativos.

popularity of different social media platforms

9. O Facebook possui mais de 2 bilhões de usuários mensais, dos quais mais de 1 bilhão acessa o site com alta regularidade. O YouTube conta com mais de 1,5 bilhão de usuários acessando seus conteúdos, o que o torna a segunda plataforma mais popular.

O Pinterest fica na lanterna, com apenas 200 milhões de usuários mensais.

Active Monthly Users per Social Media Platform

10. Embora o Facebook seja a plataforma de rede social mais popular em todos os continentes, ele enfrenta a maior concorrência na América do Norte, onde o Pinterest conta com notáveis 30,42% de usuários.

Isso provavelmente se deve aos escândalos recentes envolvendo a privacidade dos usuários, os quais foram mais amplamente divulgados nos EUA do que em outras partes do mundo.

Popular social media platforms by continent

11. Embora a maioria das redes sociais seja usada de forma praticamente equilibrada entre homens e mulheres, aquelas com as maiores diferenças sempre apresentam um maior uso pelas mulheres. Essas diferenças podem ser observadas principalmente no Pinterest, onde há uma grande disparidade de 25%. Um estudo demonstrou que essa rede é mais usada por mulheres como ferramenta motivacional ou inspiracional, e pelos homens, como ferramenta para adicionar conteúdos aos favoritos.

Social Media use by Sex

12. Em geral, o uso de plataformas de redes sociais diminui conforme a idade. No entanto, o LinkedIn e o WhatsApp apresentam um aumento de aproximadamente 5% na faixa de 30-49 anos de idade.

O LinkedIn é popular entre esse grupo por ser um site de networking profissional, e as pessoas de 30-49 anos estão em uma fase na qual o desenvolvimento profissional é mais fundamental. Por outro lado, o uso do WhatsApp nessa faixa etária provavelmente tenha menos a ver com seu amor pelo app, e mais pela conveniência.

Social Media use by Age

13. Quanto maior a formação da pessoa, mais ela tende a usar redes sociais. Embora não haja um motivo óbvio para isso, ele pode ser porque pessoas com maior formação tenham empregos que envolvam computadores, networking ou marketing. Pessoas com diploma universitário usam as redes sociais, em média, 10% a mais do que aquelas não formadas, e cerca de 20% a mais do que pessoas com diploma de ensino médio ou aquelas não formadas no colegial.

Social Media Use by Education

14. Os países nos quais o uso do Facebook é mais dominado por homens são aqueles patriarcais, em que a separação de sexos é a regra – como Iêmen (85%) e Afeganistão (84%).

De fato, nos países onde as redes sociais são dominadas por homens, as mulheres são frequentemente discriminadas de forma sexual, física e educacional (muitas delas não podem ler ou escrever).

Tendências nos apps de mensagens

15. O Facebook e o WhatsApp são os apps de mensagens mais usados, e ambos são de propriedade da gigante das redes sociais Facebook.

Notavelmente, na China, onde tanto o Facebook quanto o WhatsApp são bloqueados pelo governo, o app chinês WeChat domina o mercado. Da mesma forma, os japoneses preferem o app japonês Line, e os sul-coreanos favorecem o app coreano KakaoTalk.

Popularity of different Messenger Apps

Tendências no uso de dispositivos

16. 52% da navegação na web ocorrem por meio de celulares, o que não deve ser uma surpresa. O que surpreende é que, embora 25% de todos os usuários online usem uma VPN para se conectar à internet, eles ainda preferem se conectar com um desktop ou laptop (43%), em vez de um tablet (4%).

Os motivos para usar uma VPN podem variar, incluindo desde contornar censuras online até acessar conteúdos bloqueados geograficamente e outros motivos de segurança, motivo pelo qual faz sentido que o ExpressVPN e o NordVPN sejam as duas VPNs mais populares do mundo. Ambas consistentemente contornam bloqueios a VPNs e censuras online aos usuários, seja através do smartphone, laptop, desktop, tablet ou outro dispositivo.

17. A internet já era usada em mais dispositivos móveis do que desktops em 2018 – uma tendência que se acentuou ainda mais em 2019, quando mais 6% das pessoas passaram a usar dispositivos móveis. Essa tendência deve continuar nos anos seguintes, pois os celulares estão sendo projetados com mais capacidades e recursos do que nunca.

Mobile bs Desktop Use

18. 51,2% das pessoas passam tempo em seus dispositivos móveis, em vez de em seus desktops (44,66%).

Desde monitorar os treinos físicos até encontrar o caminho mais rápido para nossa viagem ao trabalho ou vender aquele sofá antigo, existe um app para basicamente cada elemento da vida moderna.

19. Computadores desktop são mais usados durante o dia entre 10h e 17h, quando os trabalhadores estão em suas baias ou escritórios, enquanto que os dispositivos móveis são mais populares quando as pessoas estão livres em casa, especialmente à noite após as 20h.

Average Use of Different Devices Throughout the Day

20. Determinados tipos de sites – como aqueles dedicados a conteúdo adulto (13%) e jogos (10%) – estão obtendo um grande aumento de acesso a partir de dispositivos móveis, principalmente quando comparados a sites de notícias e saúde, os quais somam apenas 3% quando combinados.

Isso provavelmente se deve aos avanços na tecnologia móvel. Especificamente, os celulares estão suficientemente poderosos para acessar sites e plataformas que transmitem vídeos e que normalmente exigem um poder de processamento maior do que aquele que os telefones costumavam oferecer.

Percentage Increase in Mobile Use for types of Websites

21. Até mesmo em regiões abastadas, como Europa (15%) e América do Norte (17%), ainda há um número relativamente grande de pessoas que não acessam a internet em seus celulares.

Tendências nas notícias digitais

22. 59% das pessoas ainda preferem ler as notícias online, em vez de ouvir ou assistir a elas.

Online News Consumption (US)

23. As formas mais comuns para as pessoas se engajarem com as notícias nas redes sociais são aquelas que exigem menos esforço, como clicar em links (60%) ou “curtir” (58%). A taxa de engajamento diminui nas interações mais trabalhosas, como publicar notícias (36%) ou discutir eventos atuais (31%).

Fique à vontade para usar as imagens ou dados desta página, mas, por favor, não deixe de indicar a fonte.

Gray Williams
Gray Williams é um experiente engenheiro de dados e comunicações, redator de conteúdo multiplataforma e editor com grande interesse em cibersegurança. Ele pesquisa e trabalha com VPNs e outras ferramentas de privacidade online há muitos anos.