UMA VPN: a solução fácil para a mensagem de erro “Vídeo não disponível na sua localização”

Published by Sarah Barnes on maio 01, 2019

Só porque você não conseguiu fazer stream de um vídeo devido à sua localização, não quer dizer que você não possa assistir ao vídeo.

Fubo TV geo block error message Significa apenas que você precisa da ferramenta adequada para alterar sua localização e evitar ver a mensagem de erro “Vídeo não está disponível na sua localização”.

Por alguns dólares por mês, você ganha uma VPN, despede-se das restrições geográficas e aproveita todos os vídeos que a Internet oferece.

  1. Compre uma Rede Privada Virtual (VPN) com muitos servidores em todo o mundo. A NordVPN é a VPN com a classificação mais alta que analisamos e ela provou que ignora blocos geográficos em sites em todo o mundo.
  2. Escolha um servidor em uma localização onde o conteúdo esteja acessível
  3. Conecte-se a ele
  4. Atualize sua página
  5. Desfrute de seu programa ou filme favorito!

    Comece a assistir agora com a NordVPN

Então, por que isso acontece? E todas as VPNs ignoram essa mensagem de erro?

Continue lendo para saber mais sobre VPNs, restrições geográficas e como evitá-las.

Como funciona uma VPN?

Virtual Private Network (VPN)

A melhor forma de obter acesso ao seu conteúdo favorito, não importa onde esteja no mundo, é ocultar o endereço IP. E a forma mais fácil e eficaz de fazer isso é com uma Rede Privada Virtual (VPN).

Uma VPN conecta você a um servidor em um local de sua escolha, fazendo com que o site que visita ache que você está em um país completamente diferente.

Com essa ferramenta, você não apenas pode ignorar as leis de censura, agências governamentais e seu Provedor de Serviços de Internet (ISP), mas também pode acessar conteúdo de casa enquanto viaja, além de conteúdo do exterior enquanto estiver em casa.

Os melhores serviços de VPN usam criptografia de nível militar, garantindo que ninguém possa rastrear ou hackear seu dispositivo. Com um serviço Premium, você pode se manter seguro e manter suas informações pessoais escondidas de hackers, malware e outros curiosos.

Como um site sabe que o conteúdo não está disponível em sua região?

Quando você usa um serviço de streaming, o site pode identificar sua localização com base no seu endereço IP. Assim como seu endereço físico, seu endereço IP tem links geográficos que informam sites, governos e ISPs onde você está.

Basicamente, se você estiver usando um ponto de acesso público Wi-Fi nos EUA, seu endereço IP será diferente de se você estivesse em um hotel na Austrália, por exemplo.

Depois que o serviço e outras entidades tiverem seu endereço IP, eles o verificarão no banco de dados de licenciamento dessa região, o que ajudará a decidir se deve exibir o conteúdo ou a mensagem de erro.

Compreender o bloqueio geográfico

geo web

1. Licenciamento de conteúdo

O bloqueio geográfico geralmente se resume ao licenciamento de conteúdo. Os produtores de música, TV e filmes vendem licenças para países e regiões em todo o mundo individualmente. Simplificando, você receberá essa mensagem de “erro” irritante porque sua região não comprou a licença de conteúdo para um programa específico ao qual você está tentando assistir.

W TV website outside of America access is denied message Não culpe as plataformas legítimas de streaming de vídeo, como o Hulu e o Netflix, por esse aborrecimento, porque, na verdade, seria muito mais fácil para elas se pudessem disponibilizar todos os programas em todo o mundo.

Infelizmente, são os criadores que têm controle total sobre onde seu conteúdo será acessível. Plataformas de streaming como Netflix e Hulu devem obedecer a essas leis de direitos autorais se quiserem permanecer no mercado.

A boa notícia é que as coisas estão mudando lentamente. Na União Europeia (UE), por exemplo, o Parlamento Europeu está introduzindo uma nova lei de portabilidade de conteúdo para que o mesmo conteúdo esteja disponível em toda a UE a partir deste ano.

2. Bloqueios do Governo e do Provedor de Serviços de Internet (ISP)

Os criadores de conteúdo não são os únicos a serem culpados pelo conteúdo bloqueado, pois alguns governos e ISPs também restringem o conteúdo que consideram inapropriado. Isso pode incluir qualquer coisa, desde conteúdo que não se alinha com as crenças religiosas do país até assuntos que falam contra o governo ou suas políticas.

China, Rússia e Irã são os maiores culpados quando se trata de censurar o que seus cidadãos têm acesso. Lembre-se de que, se você estiver viajando por um desses países, também estará sujeito às leis rígidas da Internet que eles impõem.

Então, quais sites são famosos por usar essa mensagem de erro?

Bem, existem milhares de sites que mostram a mensagem de erro quando você tenta acessar o conteúdo fora da sua localização.
BBC iPlayer geoblock error message

Embora não possamos listar todos eles, aqui estão as plataformas mais populares que restringem o acesso ao conteúdo:

  • YouTube
  • PornHub
  • BBC iPlayer
  • HBO
  • Fox
  • CBS
  • Disney
  • Sky Sports
  • Netflix
  • Hulu

Pornhub blocked geoblock error message Houve vários casos em que países bloquearam o PornHub por razões óbvias, incluindo Índia, Filipinas e Rússia, mas os países às vezes mudam de opinião e o PornHub agora está disponível na Índia e nas Filipinas, mas ainda é inacessível na Rússia.

Vamos dar uma olhada mais atenta ao YouTube

O YouTube é o segundo site mais popular do mundo, mas isso não impede que mais de 20 países do mundo bloqueiem o site e seu conteúdo. YouTube video not available in your country Eles fazem isso por vários motivos, alguns dos quais incluem:

  • O conteúdo pode não estar alinhado com as crenças religiosas do país do qual você está visualizando.
  • O conteúdo pode conter cenas violentas ou de sexo.
  • O conteúdo pode mostrar uma mensagem antigoverno.

Recursos a procurar em uma VPN

Para ignorar essas restrições geográficas, você precisará se armar com uma VPN, mas escolha com cuidado, pois elas não são todas iguais. Embora algumas dessas VPNs sejam gratuitas, elas não oferecem os mesmos recursos que as assinaturas pagas.

Na Wizcase, recomendamos que você opte por uma VPN paga com os seguintes recursos:

1 Uma grande seleção de servidores em diferentes países

Se você quiser ignorar as leis de censura, precisará se conectar a um servidor em um país onde o conteúdo esteja disponível.

Isso significa que você deve escolher um serviço VPN com servidores em vários países do mundo, como EUA, Reino Unido, Austrália e qualquer outro país em que deseje acessar o conteúdo.

2 Várias camadas de criptografia

Se você quiser permanecer anônimo, precisará garantir que a VPN escolhida seja fornecida com várias camadas de criptografia.

Isso garantirá que ninguém possa invadir seu dispositivo e recuperar detalhes pessoais, como informações bancárias, endereço, número da previdência social e muito mais.

3 Política restrita de não registro

Algumas VPNs mantêm registros de quais sites você visita e, não apenas vendem esses dados a terceiros, mas serão legalmente obrigados a compartilhar essas informações com os agentes da lei, caso recebam um mandado.

A melhor solução para isso é garantir que não haja registros para compartilhar em primeiro lugar. Portanto, escolha um serviço de VPN com configurações de privacidade herméticas e uma política rígida de não registro.

Conclusão…

A maneira mais fácil de contornar essa mensagem de erro irritante é alterar completamente o seu endereço IP. Com a VPN certa, você pode alterar sua localização e, ao mesmo tempo, adicionar uma camada de segurança aos seus dados de navegação.

Nossa recomendação teria que ser a ExpressVPN , pois eles têm algumas das velocidades mais excepcionais do mercado, garantindo que você nunca tenha que lidar com o armazenamento em buffer.
ExpressVPN

Experimente a ExpressVPN agora – Sem risco

Enquanto isso, aproveite para assistir a todos os seus programas, filmes e outros vídeos favoritos, não importa onde você esteja no mundo!

Sarah Barnes
Sarah é uma escritora de segurança que acredita que as pessoas têm direito a um alto nível de privacidade online. Ela é especializada em gerenciar projetos digitais para pequenas e médias empresas de diversos setores.