Os 100 maiores fails de tecnologia desde 2011

Última atualização por Valentine Milner em fevereiro 08, 2019

Com o anúncio do Google de que a empresa finalmente está aposentando o Google Plus, sua fracassada tentativa de competir com o Facebook, nós começamos a relembrar outros grandes fails de tecnologia ao longo dos últimos anos.

technologySim, nós acompanhamos alguns produtos, empresas e tecnologias que fracassaram notável e “dramaticamente”.

Aqui, vamos mostrar a você todos os grandes fracassos tecnológicos da história em sua respectiva ordem de “inutilidade”. Confira!

Maiores decepções em smartphones até o momento!

Os smartphones se tornaram um dos aparelhos mais populares do mundo atual. Nós adoramos usá-los devido à enorme quantidade de recursos oferecidos. Infelizmente, eles viraram um “celeiro” para as maiores falhas de tecnologia da última década. Confira abaixo alguns dos casos graves que nós encontramos:

1 Windows Phone

Windows PhoneO Windows 10 Mobile ou Windows Phone da Microsoft conseguiu “sobreviver” por bons anos antes de ser eventualmente retirado do mercado em 2017. Embora a plataforma mobile do Windows tenha sido uma boa ideia, e alguns aparelhos Lumia tenham funcionado muito bem, a empresa teve dificuldades para atrair os usuários do iOS e do sempre popular Android.

Adicionalmente, o suporte quase inexistente por parte dos desenvolvedores de apps e a consistente falta de recursos empolgantes confirmaram que o mercado mobile era uma área que não seria conquistada pela Microsoft. É por isso que, em julho, 3 anos após a introdução do Windows 8, a empresa finalmente abandonou o suporte à sua versão de celular com Windows.

2 Blackberry Storm

Blackberry Storm Após a chegada do iPhone, o líder do mercado de smartphones à época, Blackberry, abandonou a noção ou ideia de usar celulares touchscreen. Por quê? Bem, eles afirmaram que os usuários sempre iriam desejar usar teclados. Assim, quando as pessoas começaram a adquirir iPhones e dispositivos Android, a Blackberry introduziu um celular que incluía tanto touchscreen quanto teclado. Eles o chamaram de Blackberry Storm.

No entanto, apesar do nome tão intrigante, esse dispositivo esquisito fracassou totalmente. A empresa precisou substituir quase 1 milhão de aparelhos vendidos, amargando um prejuízo de no mínimo 500 milhões de dólares. Posteriormente, seu market share continuou caindo – e, finalmente, a empresa parou de fabricar estes celulares!

3 Amazon Fire Phone

Amazons Fire PhoneDepois do sucesso com seus tablets Kindle Fire, a Amazon achou que poderia copiar esse crescimento através do lançamento do Fire Phone. Entretanto, assim como o Windows Phone, ele não conseguiu impressionar os usuários mobile que já estavam satisfeitos com o uso dos modelos com Android e iPhone. A empresa tentou solucionar isso reduzindo seus preços, mas a medida também não funcionou. Eventualmente, ela abandonou esses dispositivos em 2015, após uma série de prejuízos.

4 Samsung Galaxy Note 7

Samsung’s Galaxy Note 7Quando se trata de smartphones, este é provavelmente o fracasso tecnológico mais grave que nós acompanhamos no passado recente. Estes aparelhos foram inicialmente bem recebidos, mas começaram a explodir devido à sua bateria defeituosa.

A Samsung precisou fazer o recall de milhões desses dispositivos, e posteriormente cancelou todo o programa deste flagship. No entanto, apesar desse enorme fracasso, a demanda inicial pelo novo Galaxy S8 acabou sendo bastante robusta, o que mostra que a marca não foi “prejudicada” pelo escândalo do S7.

Falhas graves em sistemas operacionais

Ao longo dos últimos anos, nós temos usado diversos sistemas operacionais. Enquanto alguns deles nos ajudaram a concluir nossos trabalhos de modo eficiente, outros nos decepcionaram por completo. Confira algumas versões lentas, pesadas e repletas de bugs.

5 Windows Vista

Windows VistaEste é o mais recente fiasco do Windows. Embora tenha sido o primeiro sistema operacional a implantar a interface de usuário desktop atualmente utilizada pelo Windows, ele se tornou extremamente lento, com diversos problemas de compatibilidade de hardware. Isso forçou muitas pessoas a retornar para o seguro Windows XP, e, então, seguir para o Windows 7 (após sua introdução).

6 Windows ME

Windows MEApós o lançamento do Windows 2000, a Microsoft sentiu a necessidade de lançar a versão Windows ME ao final daquele ano. Infelizmente, ele acabou ficando instável, lento e repleto de bugs. A situação era tão grave que a empresa apenas o comercializou durante um ano, antes de finalmente “desligar os aparelhos”.

7 JavaOS

JavaOSA IBM e a Sun formaram uma parceria para criar o sistema operacional Java para sistemas embutidos. Desde o início, essa era uma péssima ideia. Entre as diversas falhas deste SO, sua linguagem era lenta, e, eventualmente, ele foi descontinuado após apenas três anos. Apesar disso, desenvolvedores de código aberto continuaram com seu desenvolvimento e lançaram sistemas operacionais baseados no Java, como JX e Jnode.

Maiores fracassos nas redes sociais

A maioria das pessoas, principalmente aquelas com menos de 35 anos, adora usar as redes sociais. Seja o Twitter, Facebook ou Snapchat, está claro que nós não conseguimos mais viver sem eles. Apesar disso, por um motivo ou outro, algumas redes sociais fracassaram em conquistar ou reter usuários suficientes para permanecer viáveis no longo prazo.

8 MySpace

MySpaceDe 2005 até 2008, o Myspace foi a maior rede social do mundo. Houve diversos fatores que levaram ao colapso do MySpace – mais notavelmente, a ascensão do Facebook e sua transformação no rei das mídias sociais.

O MySpace tentou retornar em 2010, mas já era tarde para esta que chegou a ser uma ótima rede social. A empresa não conseguiu crescer junto com seus principais usuários, e o site rapidamente se tornou obsoleto, além de não oferecer os mesmos recursos, amigos e facilidade de uso do Facebook.

9 Google Plus

Google PlusDurante anos, o Google tentou criar uma rede social para rivalizar com o Facebook. Foi lançado o Google+, um serviço de mensagens que tinha o objetivo de concorrer com o Facebook, mas ele decepcionou o mundo inteiro por completo.

Primeiro, ele fracassou principalmente porque as pessoas não conseguiam deixar de usar suas redes sociais favoritas. Além disso, apesar de ser uma versão aprimorada do Facebook, os usuários eram adicionados a eventos simplesmente ao mencionar algum assunto específico. Isso era bastante incômodo e irritante às pessoas, que já estavam acostumadas a usar outras redes “mais simples”.

Falhas mais famosas em dispositivos inteligentes

As máquinas conhecidas como “inteligentes” têm o objetivo de facilitar nossa vida. A maioria delas é desenvolvida para nos ajudar a fazer as coisas de modo mais rápido e eficiente. Entretanto, embora algumas delas tenham sido realmente impressionantes, nós acompanhamos outros dispositivos promissores que jamais chegaram à altura de suas expectativas. Eles incluem:

10 HD DVDs

HD DVDEm 2002, a NEC e a Toshiba criaram o HD DVD como um modelo de DVD aprimorado e de alta capacidade. O único problema foi que, ao mesmo tempo, a Sony, em parceria com outras grandes empresas de eletrônicos, criou o Blu-Ray. Estes dispositivos se tornaram grandes concorrentes dos HD DVDs.

A Sony já possuía seus estúdios de filmes e uma ampla variedade de parcerias de mídia. Dessa forma, ela conseguiu convencer outros grandes estúdios a criar seus filmes em Blu-Ray. Em 2008, as empresas já haviam retirado seu apoio aos HD DVDs, e a Toshiba acabou amargando mais de 1 bilhão de dólares em perdas.

11 Google Glass

Google Glass Em 2013, o Google introduziu o Glass por meio do programa limitado chamado “Explorer”. No ano seguinte, a empresa começou a disponibilizar o dispositivo ao público. Embora seu preço inicial tenha sido alto, o Google tinha planos de reduzi-lo durante o lançamento comercial.

A maioria dos fãs de tecnologia o anunciou como sendo “o próximo grande acontecimento” da plataforma de computação. Infelizmente, o Google não havia considerado as diversas implicações de privacidade ao “instalar” câmeras no rosto de seus usuários.

As empresas baniram essa tecnologia de todos os seus estabelecimentos, enquanto outros consumidores não gostaram de sua aparência um tanto quanto esquisita, além do alto custo. O Google eventualmente descontinuou o Glass em 2015, mas prometeu criar outra versão moderna no futuro!

Fracassos tecnológicos da Apple que chocaram o mundo

12 Apple 111

Este computador era tão ruim que a Apple precisou substituir todas as suas 14.000 unidades, depois da frequente reclamação dos clientes sobre seu desempenho.

13 Apple Lisa

A empresa introduziu o Apple Lisa para substituir o problemático Apple 111, mas ele era muito caro, numa época em que o Macintosh e PCs baseados no sistema IBM eram muito mais acessíveis.

14 Apple Newton

Este era um aparelho da Apple bastante promissor, mas seus recursos problemáticos, juntamente com seus preços inflacionados, tornaram-no bastante impopular entre o público.

15 Pippin

Este computador ou console de jogos foi criado numa época em que a Apple estava passando por seus piores momentos financeiros e criativos. Ele era caro e problemático, apesar de contar com alguns dos recursos mais inovadores.

16 Copland

O desenvolvimento do Copland foi bastante inconstante. Sua compatibilidade retroativa não funcionava bem, e seus testes iniciais foram cheios de falhas.

17 Mouse USB Apple

Embora este dispositivo fosse bastante estiloso, ele era difícil de segurar e possuía um botão vago – e ninguém sabia a direção para onde apontava.

18 Power Mac G4 Cube

Este era outro produto da Apple simplesmente muito caro para os clientes comprarem, além de possuir grandes problemas de controle de qualidade.

19 iPod Hi-Fi

Este é outro produto que demonstrou ser bastante promissor, mas, em vez disso, falhou em atender às expectativas do público. Frequências imprecisas, recursos essenciais ausentes, como rádio embutido, e altos preços levaram à sua descontinuação apenas um ano e meio após o lançamento inicial.

20 Apple TV

Embora muitas pessoas tenham opiniões diferentes sobre o Apple TV, um aspecto claro é que seu espaço limitado em disco (apenas 40 GB) e preço alto não agradam muito os clientes.

21 iCloud

Este serviço na nuvem enfrentou grandes desafios quando as fotos privadas de seus usuários vazaram online.

Maiores falhas tecnológicas em 2017

22 Fake news do Twitter

Lutando para se manter à altura das outras redes sociais, o Twitter tem sido acusado de divulgar notícias de ódio por meio do perfil do presidente Donald Trump no Twitter, o qual possui valor de mercado de 2 bilhões de dólares.

23 Juicero

Esta tecnologia criada por Doug Evans tinha um potencial impressionante, mas apenas espremia frutas para fazer suco, algo que pode ser feito rapidamente de forma manual.

24 KnightscopeK5

Este robô foi criado para desestimular malfeitores através de sua ampla variedade de câmeras, mas as pessoas não se sentiam confortáveis em compartilhar espaços públicos com estes cones de segurança de 136 kg.

25 Seeso

A tentativa da NBCUniversal de participar da revolução do streaming digital sem fio, através de mais de 2.000 horas de comédias inéditas e gravadas, nunca deu certo. Apesar dos milhões de dólares investidos e um plano de assinatura mensal de US$ 4, o Seeso foi descontinuado menos de dois anos após seu lançamento.

26 Facebook Oculus Rift VR 

O Oculus Rift foi introduzido com grande pompa, mas jamais ficou à altura do hype. Ele não se compara aos outros headsets de realidade virtual na mesma faixa de preço, e suas vendas foram desastrosas. Apesar disso, o CEO do Facebook ainda tem esperança de que ele dará a volta por cima nos próximos anos.

27 Google Tango

Este software fracassou por ser excessivamente ambicioso, além da concorrência acirrada por parte da tecnologia ARKit da Apple.

28 Snapchat Spectacles

Embora tenham sido um dos itens mais quentes da indústria de tecnologia, eles fracassaram porque não era possível compartilhar posts diretamente a partir dos óculos. Além disso, eles eram muito caros!

29 GameStopped

Uma ideia visionária, cujo objetivo era revolucionar a indústria de jogos, acabou sendo abandonada devido a limitações de potência.

30 Fones sem fio Pixel Bud

Estes dispositivos não eram confortáveis, e a qualidade do som era bastante ruim.

31 LeEco

Esta empresa estava destinada a enfrentar os grandes nomes da área de tecnologia, como o Netflix, mas os desafios administrativos levaram ao seu fechamento – em seguida, seus negócios remanescentes tentaram se renovar.

32 Essential Phone

Este dispositivo começou bem, mas diversos atrasos, incluindo um incidente no qual foram divulgadas informações de 70 clientes, criaram uma rota para seu eventual colapso.

Maiores fails de tecnologia em 2016

Além das explosões do Samsung Galaxy Note 7, o ano de 2016 ficou marcado por outros grandes fracassos tecnológicos. Eles incluem:

33 Recall da máquina de lavar da Samsung

Assim como o Galaxy Note 7, a máquina de lavar também possuía diversas falhas de design, como vibrações que a faziam se desintegrar, causando um risco considerável aos usuários.

34 Queda total de internet da Virgin Media

Os usuários da Virgin Media enfrentaram uma queda total de internet durante o período de festas no final de 2016 – principalmente aqueles localizados nas regiões ao sudoeste de Londres.

35 Amazon Warehouse

Embora a Amazon torne nosso trabalho mais acessível ao entregar produtos diretamente para nós em tempo recorde, o custo anual foi bastante elevado em 2016, principalmente porque eles gastaram quase 250 bilhões de dólares para pagar pelo “Grand Tour”, um programa de carros apresentado por ex-apresentadores do Top Gear.

36 Fiasco do compartilhamento de dados pelo WhatsApp e Facebook

Para fornecer anúncios mais relevantes, o WhatsApp anunciou que havia feito uma parceria com o Facebook para compartilhar dados de usuários, o que foi posteriormente negado pelo Facebook, causando enormes problemas com a União Europeia e com o ICO (Gabinete do Comissário de Informação no Reino Unido). Posteriormente, o WhatsApp foi adquirido pelo Facebook por 19 bilhões de dólares.

37 GroPro Karma Drone

Dois meses após seu lançamento, a GoPro precisou fazer o recall deste drone, pois muitos deles ficavam sem energia logo após a decolagem.

38 Violação de dados da Equifax 

A única empresa que deveria investir pesado em segurança cibernética é uma agência de relatórios de crédito. Em vez disso, após não conseguir corrigir um vazamento em seus sites, hackers obtiveram acesso a nomes, datas de nascimento, endereços e números de segurança social de 145 milhões de usuários.

39 Hack duplo do Yahoo!

Escandalosamente, entre 2014-2016, o Yahoo! foi hackeado diversas vezes, comprometendo os dados pessoais de mais de 200 milhões de usuários. Descobriu-se que uma parte dos dados foi vendida por hackers na Dark Web.

40 Atualizações do Microsoft Windows 10

A partir de 2016, a Microsoft começou a forçar a realização de atualizações através do uso de táticas dissimuladas, o que deixou muitas pessoas furiosas, pois as atualizações frequentemente danificavam os computadores ou os tornavam inúteis.

41 Ausência de entrada para fone de ouvido no Apple iPhone 7

Ninguém sabe por que a Apple optou por lançar um aparelho sem entrada para fone de ouvido, mas o que ficou claro foram as baixas vendas obtidas com a introdução desse tipo de dispositivo.

42 Gawker

O blog Gawker fracassou principalmente devido a um vídeo de sexo vazado, além de outras disputas legais e controvérsias.

Falhas tecnológicas graves em 2015

Agora, confira as principais ameaças tecnológicas que atingiram a humanidade em 2015. Nós consideramos algumas delas bastante difíceis de acreditar.

43 Hoverboards

Este dispositivo foi um dos presentes mais quentes em 2015, mas, infelizmente, as explosões de suas baterias de lítio queimaram sua imagem por completo.

44 Theranos

Esta tecnologia facilitava a realização de exames de sangue com apenas algumas gotas do seu sangue. Porém, após enfrentar muitos questionamentos sobre a precisão de seus resultados, a empresa removeu este dispositivo do mercado.

45 Energia a carvão

O carvão é uma inovação tecnológica do século 19. No entanto, em 2015, ele enfrentou uma grande pressão devido às suas emissões de carbono, responsáveis por mudanças climáticas catastróficas.

46 Embriões humanos geneticamente modificados

Cientistas chineses tentaram criar embriões humanos através do método CRISPR de modificação genética, mas o baixo conhecimento científico sobre a questão, combinado ao fato de que ninguém deve brincar de “Deus”, acabou produzindo um grande volume de críticas públicas.

47 Baixa inovação tecnológica do Yahoo!

Nós já vimos como o Yahoo! prejudicou seus usuários em 2016, mas, um ano antes, a empresa introduziu apps de mensagens repletos de falhas – e os investidores precisaram exigir inúmeras correções.

48 Coleta de registros telefônicos pela NSA

Independentemente de você ser suspeito de um crime ou não, a NSA coletava e armazenava os registros do seu telefone celular na tentativa de solucionar crimes, mas isso era completamente ilegal.

Maiores falhas e fracassos tecnológicos em 2014

O ano de 2014 também esteve repleto de decepções tecnológicas. Vamos conferir algumas delas!

49 Exoesqueleto com eletroencefalógrafo (EEG)

Aqui, o desafio era que os sinais cerebrais deveriam ser recebidos por uma cápsula de eletroencefalógrafo (EEG). No entanto, esses sinais não eram suficientemente fortes para movimentar nenhum exoesqueleto.

50 Heartbleed

Este bug afetou roteadores cujos sites costumavam proteger as informações pessoais de seus clientes. Ele acabou roubando mais de 4,5 milhões de registros de pacientes de uma das maiores redes de hospitais dos EUA.

51 Aereo

O Aereo parecia ser uma ideia brilhante: por US$ 12 mensais, você podia transmitir programas de TV das maiores redes norte-americanas diretamente em seu celular ou tablet – ou adquiri-los sob demanda. Infelizmente, as redes consideraram que essa prática violava seus direitos autorais, e a Suprema Corte dos EUA concordou com isso.

52 Células STAP

Uma equipe composta por membros da universidade de Harvard e do Japão afirmou que conseguia transformar células comuns em células-tronco ao banhá-las em ácido – mas isso acabou se revelando como falso.

53 Dispositivo fitness da Microsoft

Embora fosse inicialmente projetado para manter sua boa forma, este dispositivo estava repleto de falhas de design, como péssima vida útil da bateria e emparelhamento problemático.

54 Telas de safira no iPhone

O iPhone contratou a GT Advanced Technologies para criar telas de safira ao iPhone 6, as quais ofereceriam maior durabilidade, mas o projeto de 1 bilhão de dólares ruiu, pois a empresa não conseguiu cumprir os prazos exibidos.

55 Jelly

Este app tinha como objetivo fazer uso de localizações, mapas interativos, fotos e pessoas para fornecer respostas a diferentes perguntas. Porém, infelizmente, ele não decolou, e acabou sendo posteriormente modificado.

56 Início complicado do Uber

Embora o desempenho da empresa de compartilhamento de caronas seja atualmente positivo, no ano de 2014, o futuro desta empresa era sombrio, na melhor das hipóteses. Os problemas incluíam ataques por motoristas, solicitação de caronas por parte dos concorrentes apenas para cancelá-las, e a ameaça a executivos de seus maiores rivais.

57 Empresas de tecnologia racistas e com preconceito de gênero no Vale do Silício

Um local composto por empresas importantes de tecnologia, como Facebook, Twitter e Google, contratava somente funcionários brancos e homens, com apenas uma pequena minoria de pessoas composta por funcionários negros e hispânicos.

Falhas de tecnologia chocantes em 2013

Quer saber quais tecnologias fracassaram consideravelmente em 2013? Bem, aqui estão nossas escolhas das principais falhas tecnológicas da época.

58 Healthcare.gov

Esta inovação tecnológica demonstrou uma total falta de antevisão, por não fornecer ao público os meios para avaliar suas diferentes opções de seguro de saúde. Eventualmente, ele se tornou bastante impopular entre as pessoas.

59 Fracasso do celular do Facebook

O primeiro smartphone da HTC foi considerado como um dos conceitos mais intrigantes, mas ele acabou se tornando um grande desastre, principalmente devido à concorrência acirrada no mercado de telefonia móvel.

60 Morte dos feeds RSS

O crescimento do Facebook e do Twitter fez o Google encerrar seu serviço Reader em julho de 2013, o que não foi muito bem aceito pelos usuários.

61 Snowden

Edward Snowden divulgou milhares de informações da National Security Agency (NSA) aos jornais Washington Post e Guardian demonstrando como agências de tecnologia baseadas nos EUA coletavam dados privados de usuários ilegalmente.

62 Surface RT da Microsoft

A empresa introduziu esta ideia técnica para aprimorar seu problemático híbrido entre PC/tablet, mas precisou fazer uma amortização de 1 bilhão para cobrir seus estoques encalhados. A inovação não produziu os resultados esperados.

63 Lançamento do Galaxy S4

Molly Wood chamou a inauguração deste dispositivo de “escandalosamente sexista e de mau gosto” devido à sua presunção ofensiva e esquetes estúpidas. Embora tenha obtido boas vendas, ele acabou com a boa vontade geral para com a empresa.

64 Yahoo Mail

Os usuários deste serviço de mensagens não ficaram contentes quando suas caixas de entrada repentinamente ficaram parecidas com o Gmail, ao mesmo tempo em que alguns e-mails desapareceram misteriosamente.

65 iPhone 7

Embora o iPhone 7 incluísse alguns recursos incríveis e um visual ainda mais atraente, ele continha muitos problemas de panes, lentidões e falhas.

66 Sabre

Este sistema online de reservas de viagens causou muitos atrasos e cancelamentos de voos a praticamente milhões de passageiros – e, para piorar ainda mais, isso ocorreu durante a temporada de fim de ano.

67 Falhas do Walmart 

Quando os clientes do Walmart notaram, no mês de outubro, computadores de 500 dólares sendo vendidos por 8,99 dólares, eles decidiram comprar o máximo de unidades possíveis. No entanto, isso era apenas uma falha técnica online.

Dispositivos e inovações tecnológicas com pior desempenho em 2012

Embora algumas pessoas acreditassem que o mundo poderia acabar em 2012, a indústria tecnológica sofreu alguns dos piores fracassos na área. Eles incluem:

68 Apple Maps

Este app tinha um visual incrível, mas muitos usuários descobriram que ele não era eficiente. Por exemplo, às vezes, o Monumento de Washington aparecia como se estivesse submerso na água.

69 IPO do Facebook

A oferta inicial de ações da empresa era imensamente aguardada, mas, em setembro de 2012, seu valor já havia “encolhido” para menos de 18 dólares.

70 Airtime

Embora tenha sido criada pelas pessoas que ajudaram no desenvolvimento do Facebook, esta ferramenta de chat online apresentava erros frequentes.

71 Online Coupons

Caixa de entrada entupida, ofertas inúteis e baixo retorno sobre investimento foram alguns dos principais motivos que fizeram esta inovação tecnológica promissora sofrer muitos prejuízos. Ela precisou até mesmo demitir quase 400 funcionários.

72 Nexus Q

Esta foi outra ideia fantástica do Google que novamente não conseguiu impressionar o público, o qual não entendeu seu objetivo.

73 Efeitos da lei Stop Online Piracy

Esta lei foi apoiada por membros do congresso norte-americano que desejavam interromper a pirataria online ao desativar sites que vendiam filmes, músicas e outros conteúdos ilegalmente – o que fez com que sites como Facebook, Reddit e Google interrompessem suas atividades em janeiro de 2012, na tentativa de se opor a essa iniciativa.

74 Aplicativos de descoberta social

Estes apps tinham como objetivo reunir pessoas com interesses semelhantes, mas muitos usuários, principalmente as mulheres, consideraram-nos um pouco assustadores.

75 Color

Este aplicativo foi criado para ajudar as pessoas a compartilhar fotos com outras pessoas ao seu redor, mas os usuários não conseguiam encontrar ninguém com quem compartilhá-las.

76 Zynga

Este criador de inúmeros jogos sociais anunciou que iria demitir quase 5% de seus funcionários em 2012, e posteriormente fechou seus estúdios em Boston, Inglaterra e Japão.

15 grandes decepções tecnológicas em 2011

Nossa lista de dispositivos tecnológicos fracassados em 2011 está repleta de produtos e recursos lançados entre novembro de 2010 e dezembro de 2011. Confira!

77 The Daily

Esta é outra inovação que sofreu com seu hype. Tratava-se de um jornal exclusivo para iPad que deveria ser o futuro da tecnologia, mas, infelizmente, isso jamais aconteceu.

78 App do Gmail para iPhone

O Google lançou um app horrível e repleto de falhas. Eventualmente, a empresa precisou descontinuá-lo.

79 Laptop Atrix da Motorola

Considerado muito “moderno” para sua idade, este celular Android foi criado para carregar laptops, mas falhou tremendamente.

80 Palm Veer

Este celular com touchpad, chamado de Veer, era muito pequeno – algo não muito apreciado por muitos fãs de celulares.

81 Ofertas do Facebook

O Facebook acreditou que poderia se unir ao LivingSocial e ao Groupon em suas ofertas tecnológicas, mas posteriormente desistiu, após uma série de vendas ruins.

82 Jawbone Up

Um dispositivo capaz de informar toda a sua condição de saúde parece incrível, certo? Bem, o único problema é que ele era muito frágil e facilmente quebrável.

83 Google Chromebooks

Um aplicativo leve e baseado na web que era muito caro e ineficiente.

84 Barra #dickbar do Twitter

O Twitter tentou forçar assuntos desinteressantes goela abaixo de seus usuários através da barra #dickbar, a qual não foi muito bem recebida. Posteriormente, a empresa desistiu dela rapidamente!

85 E-mail do Facebook

Este e-mail não costumava fazer aquilo que tinha como objetivo inicial ao ser criado. Ele não chegou a marginalizar os e-mails ou revolucionar o serviço de mensagens. Desde então, nós não vimos ou ouvimos falar muito sobre ele.

86 Motorola Xoom

Este é outro tablet fracassado que não vendeu bem, mesmo após um enorme hype e altas expectativas, tanto por parte da Motorola quanto do Google.

87 HP TouchPad

Curiosamente, este dispositivo ficou no mercado por apenas sete semanas, antes que a HP o descontinuasse.

88 Netflix Qwikster

Quando o Netflix decidiu oferecer serviços de DVD através do Qwikster, a ideia foi altamente ridicularizada. Eventualmente, a empresa abandonou a ideia.

89 BlackBerry PlayBook

Este foi provavelmente o maior fracasso de 2011, pois simplesmente não era capaz de concorrer com a Amazon, Android ou Apple.

VPNs malsucedidas que você deve evitar!

Nós vamos encerrar nossa lista conferindo algumas VPNs problemáticas. Elas têm o objetivo de manter sua privacidade, para que você possa acessar sites restritos ao ocultar ou alterar seu endereço IP. Além disso, elas devem preservar a privacidade das suas atividades online, mas, infelizmente, algumas têm falhado significativamente nessas funções. São elas:

90 Hola

Esta VPN transformou os PCs da maioria de seus usuários naquilo que chamamos de “nodes de saída”, além de vender suas bandas para terceiros.

91 HotSpot Shield

O software interceptava e, então, redirecionava o tráfego para sites de parceiros – um bom exemplo eram empresas de publicidade.

92 Onavo VPN do Facebook

Este software coleta seus dados de tráfego para impulsionar produtos e serviços do Facebook, bem como para criar melhores experiências aos usuários.

93 VPN grátis do Opera

Esta não é uma VPN “normal”, mas um web proxy que coleta dados e os disponibiliza para terceiros.

94 VPNSecure

Vazamentos de DNS e IP não são novidades com o VPNSecure. Portanto, caso queira obter privacidade total online, evite este software.

95 Zenmate

Após realizarmos diversos testes, nós descobrimos que esta VPN sofre com vazamentos de IP, além de demorar em responder a essas descobertas.

96 SuperVPN

Esta é provavelmente a VPN mais afetada por malwares que nós encontramos. De fato, nós descobrimos pelo menos 13 casos de malwares, como trojans.

97 Betternet

O código desta VPN contém 14 bibliotecas diferentes de rastreamento de terceiros, e ela chega a afirmar em seus termos e condições que possui o direito de vender as informações parciais ou integrais de registro de dados de seus usuários.

98 HatVPN

Este software possui quase 10 malwares, algo que muitos usuários não conseguem descobrir até que seja tarde demais.

99 One Click VPN

Esta é uma das últimas inovações tecnológicas fracassadas em nossa longa lista. Ela mal consegue criptografar o tráfego dos usuários, além de conter inúmeros vírus. Sim, ela é uma péssima ferramenta de segurança.

100 Cross VPN

Foram encontrados 11 malwares no sistema de codificação desta VPN, especificamente uma grande quantidade de trojans.

Conclusão

Aqui estão os dispositivos tecnológicos e softwares com os quais você deve tomar cuidado, pois eles certamente o decepcionarão no final. Embora alguns tenham aprimorado seus serviços gradualmente, eles ainda continuam sendo não confiáveis e ineficientes.

Se você chegou a fazer uso de algum deles, nós lamentamos sua dor de cabeça sofrida. Nossa esperança é a de que os próximos anos prometam trazer inovações que sejam aceitáveis ao público por seu alto desempenho, durabilidade e eficácia.

Valentine Milner
Valentine Milner é uma escritora experiente e especialista em cibersegurança. Ela começou trabalhando para uma empresa privada antes de se aventurar sozinha.