Aviso legal:
Nossas análises

O Wizcase engloba análises escritas por nossos avaliadores da comunidade, baseadas na análise independente e profissional dos produtos pelos avaliadores.

Propriedade

A Kape Technologies PLC, controladora do Wizcase, detém as marcas ExpressVPN, CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, que podem ser analisadas neste site.

Taxas por indicação

O Wizcase pode receber comissão de afiliados quando uma compra é feita usando nossos links. No entanto, isso não influencia no conteúdo das análises que publicamos ou nos produtos/serviços analisados. Nosso conteúdo pode incluir links diretos para adquirir produtos que fazem parte de programas de afiliados.

Padrões de análise

Todas as análises publicadas no Wizcase atendem aos nossos rígidos padrões de análise para garantir que sejam baseadas em uma avaliação independente, honesta e profissional por parte do avaliador do produto/serviço. Tais padrões exigem que o avaliador considere as qualidades técnicas, características do produto e seu valor comercial para os usuários, o que pode afetar a classificação do produto no site.

iPhone hackeado? Aprenda o que fazer (2022)

Renata Vasconcelos
Última atualização por Renata Vasconcelos em Maio 01, 2022

Se o seu iPhone estiver se comportando de maneira estranha, há uma grande chance de que ele tenha sido hackeado. Você deve ter notado consumo excessivo de bateria ou uso de dados, desempenho lento e até mesmo aplicativos aleatórios aparecendo na tela inicial.

Embora a Apple integre uma forte segurança aos dispositivos, hackers estão usando formas cada vez mais criativas e complexas de acessar suas contas do iPhone, iCloud e Apple ID.

A melhor forma de solucionar o problema e se proteger é usar um aplicativo de segurança de ponta, como o Norton 360, para restaurar seu iPhone hackeado. A varredura do aplicativo sinaliza facilmente qualquer risco de segurança do iOS e também evita ataques futuros, bloqueando links maliciosos, aplicativos obscuros repletos de malware e redes WiFi inseguras. O Norton 360 ainda oferece uma garantia de reembolso de 60 dias para que você possa baixá-lo e executar uma verificação sem correr riscos.

Proteja seu iPhone com o Norton 360

Guia rápido: como restaurar um iPhone hackeado (2022)

  1. Baixe um aplicativo de segurança móvel para iOS. O Norton 360 conta com segurança em redes WiFi, VPN grátis e proteção da web para proteger seu iPhone contra hackers.
  2. Inicie o aplicativo e execute uma varredura. A varredura verificará todos os arquivos do seu iPhone em busca de evidências de invasão e outros riscos de segurança.
  3. Verifique o relatório da varredura. Assim que a varredura for concluída, o aplicativo detalhará todos os problemas e mostrará como corrigi-los. Recomendo manter o aplicativo em execução em segundo plano para evitar ataques futuros.

Proteja seu iPhone com o Norton 360

Guia passo a passo: o que fazer se seu iPhone for hackeado

1. Execute uma varredura usando um software de segurança

Baixe e execute uma varredura com um software de segurança de alta qualidade, como o Norton 360. Isso irá confirmar se você foi hackeado, além de avaliar quaisquer problemas presentes no seu iPhone, mostrando como corrigi-los rapidamente.

2. Avise seus contatos sobre mensagens fraudulentas

Depois de confirmar a invasão, você deve informar imediatamente seus contatos sobre a situação. Avise-os para não clicarem em links em nenhuma mensagem sua, pois isso provavelmente fará parte de um esquema de phishing.

3. Altere suas senhas

Se o seu iPhone foi hackeado, é possível que suas senhas e informações de login estejam comprometidas. Isso inclui suas contas no iCloud e Apple ID. Depois de executar a varredura de segurança, redefina e crie senhas novas e exclusivas para suas contas online. Se você estiver preocupado em esquecer suas novas senhas, um serviço como o Norton 360 conta com um gerenciador de senhas disponível para iOS – você só terá que se lembrar de 1 senha mestre e o Norton 360 armazena o resto para você.

4. Exclua aplicativos suspeitos

Os aplicativos são uma forma muito comum de hackers obterem acesso ao seu iPhone. Se você baixou recentemente um aplicativo que vem de uma fonte de terceiros (não da Apple App Store), você deve excluí-lo do seu iPhone. Ao fazer uma avaliação dos aplicativos em seu iPhone, exclua também os aplicativos que você não se lembra de ter baixado. Eles podem ter sido adicionados secretamente quando você estava conectado a uma rede WiFi desprotegida ou clicou em um link de phishing.

5. Redefina seu iPhone

A maioria dos malwares implantados por hackers podem ser removidos redefinindo o iPhone para as configurações de fábrica. Isso removerá todos os aplicativos baixados, além de suas mensagens, contatos, fotos e arquivos. Como tal, antes de redefinir o seu iPhone, é uma boa ideia criar uma cópia de segurança destes dados. O Norton 360 oferece ferramentas de backup de contato para dispositivos móveis e mais 50 GB de armazenamento em nuvem para suas fotos e arquivos pessoais.

Os melhores aplicativos de iPhone para prevenção de hackers (testados em 2022)

1. Norton 360 – Melhor aplicativo de segurança para iOS, oferecendo proteção de nível superior contra hackers e malware

Principais características:

  • Bloqueia links de phishing, sites maliciosos, aplicativos obscuros e vírus
  • Inclui VPN grátis e ilimitada e gerenciador de senhas
  • Compatível com iOS 13.0+ para iPhone, iPad e iPod Touch
  • Protege até 5 dispositivos de uma só vez
  • Garantia de reembolso de 60 dias

O Norton 360 oferece a melhor proteção para o seu iPhone, protegendo seu dispositivo e contas pessoais de hackers e malware. Estou impressionada com o número de recursos que o Norton inclui em seu aplicativo para iOS, disponível em português – Proteção da web, segurança WiFi, varredura completa de dispositivo, backup de contatos e bloqueio de chamadas fraudulentas. Além disso, ao assinar o Norton 360, você também pode usar a Secure VPN e o gerenciador de senhas sem nenhum custo extra. Isso torna o Norton 360 um dos pacotes de software antivírus mais abrangentes disponíveis para iPhones.

Depois de instalar o Norton 360 no meu iPhone XS, o aplicativo executou imediatamente uma verificação completa do dispositivo. Fui alertado de que meu sistema operacional precisava ser atualizado, o que me deixou vulnerável a hackers. Fui direcionado para as configurações do meu iPhone por meio do aplicativo Norton 360. Ser capaz de gerenciar vulnerabilidades em potencial e corrigir problemas do aplicativo é muito conveniente e significa que eu não tenho que procurar no meu iPhone. Eu também usei o Dark Web Monitoring (recurso de monitoramento) do Norton 360 para conferir se algum dos meus dados havia sido comprometido – eu já sabia das violações que ele relatou, mas fiquei impressionada ao saber que ele encontrou dados de mais de uma década atrás.

Como muitos hackers obtêm acesso a iPhones por meio de links de phishing e sites maliciosos, fiquei satisfeita com a eficácia com que o Norton 360 bloqueou links e sites obscuros em meu dispositivo. Durante os testes, todos os sites maliciosos foram bloqueados instantaneamente – o Norton 360 até bloqueou alguns sites de golpes carregados pelo Safari, provando que as defesas da Apple por si só não são suficientes para protegê-lo de hackers.

Capturas de tela do WICAR.org no navegador Safari, um bloqueado pelo Norton 360 e o outro totalmente carregado usando a segurança embutida da Apple.

O Norton 360 bloqueou com sucesso sites maliciosos de teste no iPhone

A Secure VPN do Norton 360 tem um recurso de conexão automática se meu iPhone usar uma rede WiFi pública não segura. Isso significava que eu não precisava me lembrar de ativar a VPN para proteger meu dispositivo e estava protegido contra ataques direcionados em potencial quando estava usando meu iPhone. O verificador de WiFi também forneceu uma classificação de segurança para a rede, dando-me a opção de desconectar se fosse muito arriscado.

Descobri que o gerenciador de senhas do Norton 360 é altamente eficaz para melhorar a segurança de minhas contas online, incluindo iCloud e Apple ID. Detectou que uma das minhas senhas estava vulnerável e se ofereceu para trocá-la por uma opção mais segura, tudo com um único clique. Gosto disso, só preciso lembrar minha senha mestra – posso até entrar em minhas contas usando o ID facial da Apple e Norton 360.

Embora o Norton 360 tenha um aplicativo de segurança móvel dedicado, recomendo que você assine o Norton 360 Deluxe, pois oferece o melhor custo-benefício geral. Com o pacote Deluxe, você pode proteger seu iPhone e 4 outros dispositivos, além de acessar toda a gama de recursos de segurança do Norton 360. Se você deseja testar o serviço, o Norton 360 oferece uma garantia de reembolso de 60 dias que você pode usar para experimentar todos os recursos do seu iPhone. Se você não estiver totalmente satisfeito, é fácil receber seu dinheiro de volta – um agente processou meu reembolso no chat ao vivo 24 horas em apenas alguns minutos, e recebi meu dinheiro de volta em 5 dias.

Proteja seu iPhone com o Norton 360

2. TotalAV – Aumenta o desempenho do iPhone e aprimora a segurança com conjunto de recursos

Principais características:

  • Possui varreduras de segurança para o navegador e para o sistema, um localizador de dispositivo e uma VPN
  • Aumenta o desempenho do iPhone com o recurso exclusivo de gerenciador de fotos
  • Suporta iOS 9.0+ no iPhone e iPad
  • Protege até 6 dispositivos ao mesmo tempo
  • Garantia de reembolso de 30 dias

Com aplicativos traduzidos para o português, o TotalAV possui uma gama de recursos exclusivos projetados para melhorar a segurança e o desempenho do seu iPhone. Ao otimizar o desempenho do dispositivo, o TotalAV garante que seu iPhone seja rápido e eficiente para manter todos os recursos de segurança funcionando perfeitamente. Ao testar o TotalAV, ele se certificou de que todas as minhas opções de segurança estavam configuradas (como senha e Face ID), além de liberar mais de 1,2 GB de espaço em arquivos e fotos duplicados. Isso é importante, pois o aplicativo para iOS do TotalAV é maior – ele precisa de quase 200 MB de espaço.

Captura de tela do TotalAV Mobile Security para iOS e do recurso Gerenciador de fotos.

O TotalAV liberou mais de 1,2 GB em menos de 30 segundos

Depois de baixar o TotalAV, o aplicativo fez uma varredura de meu iPhone para verificar se meu software de segurança e sistema operacional estavam atualizados. Como o Norton 360, o TotalAV solicitou que eu atualizasse meu iOS e detalhou as próximas etapas que devo seguir para reduzir as vulnerabilidades. Eu também usei o Data Breach Check do TotalAV para garantir se meus endereços de e-mail ou contas antigas estavam comprometidos – o relatório detalhou algumas violações conhecidas de cerca de 10 anos atrás.

Você leva seu iPhone com você e o TotalAV protege-o contra hackers com seus recursos WebShield e VPN. O WebShield bloqueia links de phishing e sites que hospedam malware, para que você esteja seguro contra cliques errados. Durante meus testes, tentei visitar vários sites de teste com malware, e o TotalAV bloqueou o acesso a todos eles. Fiquei satisfeita ao descobrir que a VPN do TotalAV se conectou automaticamente quando abri o modo de navegação privada do Safari, mantendo minha atividade online privada. A VPN tem dados ilimitados e minimiza a perda de velocidade para que você possa navegar sem atrasos ou interrupções.

Fiquei desapontada ao descobrir que o aplicativo do TotalAV para iPhone não inclui um gerenciador de senhas, o que é extremamente útil para a segurança móvel. Eu gostaria de ver este acréscimo para melhorar a segurança do iPhone, além de garantir a proteção de minhas contas do iCloud e da Apple ID.

Embora o TotalAV seja um serviço de baixo preço para o primeiro ano, depois de renovar a assinatura, o preço aumenta drasticamente. Para obter o melhor valor e proteção para o seu iPhone, recomendo que você inscreva-se no plano Internet Security do TotalAV. Isso dá a você acesso aos recursos essenciais do TotalAV que evitam que seu iPhone seja hackeado ou atacado por malware. Se você experimentar o serviço e descobrir que não é adequado para você, o TotalAV oferece uma garantia de reembolso de 30 dias. Quando falei com um agente pelo telefone, levou apenas alguns minutos para processar meu reembolso. Recebi meu dinheiro de volta em uma semana.

Proteja seu iPhone com o TotalAV

3. McAfee – O aplicativo leve para iOS oferece segurança efetiva contra hackers

Principais características:

  • Fornece recursos de navegação segura, monitoramento de dark web, varredura de WiFi e VPN segura
  • Bem leve, com apenas 67 MB para uma poderosa segurança do iPhone
  • Compatível com iOS 13.0+ para iPhone, iPad e iPod Touch
  • Protege até 10 dispositivos com uma assinatura
  • Garantia de reembolso de 60 dias

O aplicativo para iOS em português da McAfee é leve, com apenas 67 MB, fornecendo segurança poderosa sem ocupar muito espaço no seu iPhone. Isso significa que você tem mais armazenamento para seus arquivos importantes, fotos e outros aplicativos – além da natureza leve do McAfee significa que ele executa rapidamente. Durante as varreduras do dispositivo, descobri que o McAfee não afetava o desempenho do meu iPhone e ter o aplicativo em execução em segundo plano não consumia minha bateria. Eu tive proteção constante contra hackers sem ter que me preocupar em carregar meu iPhone com mais regularidade.

Apesar do pequeno tamanho do aplicativo do McAfee, ele possui vários recursos de segurança importantes para proteção contra hackers e malware. Enquanto estava com meu iPhone, usei o recurso de varredura de WiFi para garantir que minhas conexões de rede estivessem seguras e a navegação segura do McAfee bloqueou qualquer site obscuro. Também usei a VPN segura do McAfee para manter minha atividade online anônima – esse recurso está disponível em todos os planos, mas apenas se você se inscrever para renovação automática de assinatura.

Fiquei impressionada com o recurso de armazenamento seguro do McAfee, o que significava que eu poderia manter meus arquivos e fotos importantes protegidos de hackers. O Media Vault é protegido por um PIN, mantendo meus itens pessoais seguros contra malware e terceiros indesejados. Embora o McAfee não tenha armazenamento em nuvem, fiquei satisfeita por poder manter meus dados confidenciais em sigilo, protegendo minhas informações de login do iCloud, meu Apple ID e outras contas.

Infelizmente, o gerenciador de senha True Key do McAfee foi decepcionante, especialmente porque outros softwares de segurança para iOS oferecem um serviço muito melhor. O True Key só permite o armazenamento de 15 senhas, o que não foi suficiente nem para metade das minhas contas online. Senhas ilimitadas somente com uma atualização paga. Ele está disponível como um aplicativo separado, ocupando 81 MB de espaço.

O aplicativo iOS dedicado da McAfee é uma escolha cara, então eu recomendo que você opte pelo plano Total Protection do McAfee para o melhor custo-benefício na assinatura. Isso permite que você proteja até 10 dispositivos e dá acesso à maioria de seus recursos se você concordar com a renovação automática. Além disso, você pode experimentar o McAfee sem riscos, pois é respaldado por uma garantia de reembolso de 60 dias.

Proteja seu iPhone com o McAfee

Não sei se o seu iPhone foi hackeado? Aprenda como descobrir

Aqui estão alguns sinais importantes a serem observados se você suspeitar que seu iPhone foi hackeado:

  • Anúncios pop-up incomuns – anúncios pop-up piscantes em cores brilhantes ou com conteúdo impróprio são um sinal de que seu dispositivo está infectado com malware.
  • Alto uso de dados – se você não tem usado muitos dados, mas seu uso aumentou repentinamente, pode haver processos maliciosos acontecendo sem o seu conhecimento.
  • Mensagens de texto ou chamadas não feitas por você – seus contatos podem alertá-lo sobre mensagens de texto (ou mensagens por meio de aplicativos como o WhatsApp) e chamadas que você não fez. As mensagens podem ter links suspeitos ou arquivos anexados.
  • Bateria durando pouco – semelhante ao problema de dados elevados, se você estiver usando o iPhone da mesma forma, mas a bateria está se esgotando rapidamente, é provável que processos ocultos estejam operando sem o seu conhecimento ou consentimento.
  • Desempenho lento – hackear software não é algo óbvio, mas pode consumir muitos recursos. Se seus aplicativos, mensagens e arquivos estão carregando lentamente ou não estão carregando, pode ser devido a malware.
  • Aplicativos não reconhecidos – novos aplicativos que você não se lembra de ter baixado podem estar escondendo malware que permite que hackers acessem seu dispositivo. Esses aplicativos podem chegar ao seu iPhone por meio de links fraudulentos e sites maliciosos. O Norton 360 possui um recurso de proteção da web, que bloqueia o acesso a sites que hospedam malware.
  • Alterações nos itens do seu iPhone – alterações que você sabe que não fez, como contatos excluídos aleatoriamente ou itens desconhecidos adicionados ao seu calendário, são sinais de hacking e malware.

Se você está se perguntando como seu iPhone pode ter sido hackeado, aqui estão algumas coisas que você deve evitar para manter seu dispositivo seguro:

  • Desbloqueio (jailbreaking) do iPhone – embora isso possa lhe dar acesso a mais aplicativos e personalização, também expõe você a software que não é aprovado pela Apple. Isso coloca você em risco de baixar aplicativos cheios de malware.
  • Clicar em um link suspeito – um clique acidental em um link fraudulento é suficiente para baixar um arquivo obscuro ou expor seu iPhone a malware. Um serviço como o TotalAV bloqueia links de phishing e scam para proteger seu dispositivo de software malicioso.
  • Baixar um aplicativo de terceiros – a menos que o aplicativo que você baixou tenha sido verificado pela Apple, não há como saber se o software é seguro. Apenas baixe aplicativos da App Store.
  • Conexão com WiFi não seguro – hackers costumam ter como alvo o WiFi não seguro como uma forma de acessar seu iPhone e instalar malware. Algumas conexões WiFi inseguras são, na verdade, pontos de acesso falsos projetados para roubar suas informações. O Norton 360 tem ferramentas de segurança para WiFi e uma VPN grátis que protege você quando não estiver conectado a redes conhecidas e seguras.
  • Usando uma estação de carregamento pública – isso é conhecido como “juice jacking”, e ocorre quando você se conecta a um local de carregamento USB. Isso pode infectar seu iPhone com malware ou copiar dados confidenciais de seu dispositivo durante o carregamento.

A melhor maneira de evitar que seu iPhone seja hackeado e manter seu iCloud e Apple ID seguros é com um software antivírus de alta qualidade. Um serviço como o Norton 360 bloqueia links e sites suspeitos, realiza varreduras regulares para garantir a segurança de alto nível e possui VPN e gerenciador de senhas grátis.

Proteja seu iPhone com o Norton 360

Perguntas frequentes: iPhones e hacking

iPhones podem ser hackeados?

Sim, iPhones podem ser hackeados (principalmente se o seu dispositivo estiver desbloqueado). Os dispositivos Apple têm excelente segurança incorporada, principalmente devido ao modelo “sandboxing” – o que significa que os aplicativos não podem acessar outros aplicativos ou fazer alterações no seu iPhone sem a sua permissão. Apesar dessa segurança, ainda é possível que hackers acessem seu iPhone por meio de links de phishing, aplicativos de terceiros ou WiFi inseguro.

Se o seu iPhone estiver desbloqueado, você não terá mais as medidas de segurança “sandbox” da Apple, o que o coloca em risco ainda maior de hacking. Aplicativos e softwares maliciosos podem se infiltrar em seu iPhone e fazer alterações, acessar seus arquivos e até roubar seus dados de login.

Para evitar que seu iPhone seja hackeado, você deve proteger seu dispositivo com um software de segurança de alta qualidade, como o Norton 360. Este software verifica cada aplicativo que você baixa para garantir que ele esteja livre de malware, além de protegê-lo de ataques direcionados em WiFi inseguro e bloqueia sites e links obscuros. Também é recomendado que você não desbloqueie seu iPhone para que possa se beneficiar da segurança “sandbox” da Apple para protegê-lo de hackers.

Meu iPhone foi hackeado – o que eu faço?

Se você acha que seu iPhone foi hackeado, há 3 etapas fáceis que você pode seguir para corrigir o problema. Certifique-se também de avisar seus contatos para não clicarem em links que possam receber em mensagens suas e alterar suas senhas caso suas informações de login sejam comprometidas.

Mais importante ainda, você deve executar uma varredura com um software de segurança antivírus, como o Norton 360. Isso fornecerá um relatório detalhado sobre o status de segurança do seu iPhone e o que você precisa fazer para restaurar a proteção total do seu dispositivo. Isso pode incluir atualizar seu sistema operacional, remover aplicativos suspeitos e alterar suas configurações de privacidade.

Você pode descobrir que a melhor opção é reiniciar o iPhone para remover completamente todos os softwares maliciosos. Você vai querer fazer backup de seus itens pessoais, como fotos, contatos e arquivos, antes de reiniciar o iPhone. O Norton 360 oferece 50 GB de armazenamento em nuvem, além de backup de contato especificamente para dispositivos móveis, para que você não perca seus itens importantes.

Como eu sei se meu iPhone foi hackeado?

A maneira mais fácil de saber se o seu iPhone foi hackeado é executando uma varredura completa do dispositivo com um software de segurança antivírus de ponta Isso irá verificar se há aplicativos ou atividades suspeitas no seu iPhone e alertá-lo sobre qualquer comportamento incomum que pode ter passado despercebido. Seguindo o relatório de verificação, você pode fazer as alterações necessárias para proteger o seu iPhone.

Há outros sinais a serem observados que podem indicar que seu iPhone foi hackeado. Isso inclui o esgotamento rápido da bateria, alto uso de dados e desempenho geral lento e a aparência de aplicativos dos quais você não se lembra de ter baixado. Se você notou algum desses, deve baixar um software de segurança, como o Norton 360 para corrigir o problema. Um serviço como o Norton 360 pode detectar facilmente problemas de segurança e privacidade, além de fornecer uma camada extra de proteção contra malware e hackers.

Proteja seu iPhone com o Norton 360

Proteja seu iPhone contra hackers com um software antivírus

Mesmo com a segurança integrada da Apple, seu iPhone ainda corre o risco de ser hackeado. Basta um clique em um link obscuro ou um download acidental de um aplicativo para comprometer a segurança dos seus dados. Felizmente, você pode bloquear hackers e malware facilmente com um software antivírus de alto nível para o seu iPhone.

De todos os aplicativos que testei, o Norton 360 se mostrou como a melhor opção para proteger seu iPhone, iCloud e ID da Apple. Você obtém segurança total de uma variedade de ameaças online, além de um gerenciador de senhas, armazenamento em nuvem e uma VPN grátis. E o melhor de tudo é que o Norton 360 dá a você 60 dias para testar o software e ter certeza de que está totalmente satisfeito. Se mudar de ideia, obter um reembolso é fácil – eu mesmo testei o processo e um agente processou minha solicitação rapidamente via chat ao vivo 24 horas. Recebi um reembolso total em menos de 5 dias.


Resumo – Melhores aplicativos de iOS para prevenir hackers em 2022

Preferido
Norton
$39.99 / mês Economize 27%
TotalAV
$19.00 / mês Economize 68%
McAfee
$49.99 / mês Economize 41%
Gostou desse artigo? Avalie!
Eu detestei Eu não gostei Achei razoável Muito bom! Eu adorei!
4.40 Votado por 2 usuários
Título
Comentar
Obrigado por seu feedback
Renata Vasconcelos
Renata Vasconcelos de Lima é pesquisadora de segurança cibernética formada pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Defende que a privacidade é um direito básico e que manter dados pessoais em segurança é algo que todos deveriam ter consciência.