Como permanecer seguro online no Brasil

Última atualização por Gray Williams em outubro 07, 2019

O Brasil conta com uma das maiores quantidades de usuários de internet do mundo, o que significa uma alta transmissão de dados enquanto seus residentes fazem compras, comunicam-se, usam as mídias sociais, trabalham e criam seus negócios.

Porém, mais dados e mais usuários também significam mais oportunidades para que cibercriminosos e hackers apareçam e roubem informações valiosas – às vezes, sem que as pessoas ou empresas estejam cientes da situação durante semanas ou meses após o ocorrido.

Não há uma regulação para o uso de dados pessoais no Brasil, sendo que a privacidade e a proteção de dados são mais percebidas como conceitos vagos do que como normas estabelecidas. O que os cibercriminosos podem fazer com suas informações, e o que você pode fazer para permanecer seguro ao usar a internet no Brasil?

Este artigo responde a ambas as questões enquanto examina a situação atual da segurança online no Brasil.

O que os cibercriminosos querem com seus dados

Independentemente do seu uso da internet apenas para enviar e-mails a amigos ou administrar seu próprio negócio online, os cibercriminosos estão interessados em invadir seu sistema e roubar seus dados.

Confira algumas das maneiras que eles usam até mesmo os menores bits de informações que conseguem obter ao monitorar sua atividade na internet, hackear suas contas de mídias sociais e enviar você para sites de phishing através de e-mails fraudulentos.

Veja uma lista parcial sobre o que os cibercriminosos podem fazer com suas seguintes informações pessoais:

  • Nome e endereço: enviar declarações fiscais falsas, transferir dinheiro ilegalmente, solicitar empréstimos e cartões de crédito.
  • Endereço de e-mail: acessar suas contas online, expor você a spam e marketing indesejado; visá-lo com ransomware e ataques de phishing.
  • Telefone: tentar golpes por telefone e enviar spam e marketing indesejado.

Situação da cibersegurança brasileira

O maior problema atual do ciberespaço brasileiro é o crime organizado. Assim como as extorsões e esquemas de proteção de anos passados, as organizações criminosas do Brasil agora usam ataques de malware, ransomware e phishing para extrair dinheiro e informações de empresas e indivíduos.

Cyber Security

Ao combinar seus recursos e investimentos, os criminosos conseguem atacar alvos maiores, melhorar sua eficácia e aumentar a divisão dos lucros enquanto consumidores e empresários se esforçam para se manter.

Como permanecer seguro online no Brasil

Existem medidas básicas que todo usuário online deve manter ao se conectar no Brasil. As duas mais simples são possuir um antivírus e um firewall. O antivírus verifica cada parte do seu computador de forma regular, normalmente uma vez por dia, para garantir que todos os arquivos no seu computador possuam fins legítimos.

Um firewall é ainda mais importante, pois impede que itens indesejados sequer acessem seu computador. Pense em um firewall como uma enorme rede através da qual seus dados de internet são transmitidos. Quando itens indesejados ou ameaçadores tentam acessar seu sistema, eles são capturados pela rede e impedidos de seguir adiante.

Tanto os firewalls quanto os antivírus têm suas limitações, pois novas versões de malware e spyware são produzidas aos milhões diariamente.

A solução VPN

Um ótimo complemento aos firewalls e antivírus é fazer uso de uma rede privada virtual (VPN) sempre que você ficar online por qualquer motivo. Uma VPN oferece o maior nível de segurança disponível, principalmente durante o uso de uma conexão Wi-Fi pública.

As VPNs protegem seu uso da internet contra terceiros, incluindo desde seu próprio provedor de internet até as organizações governamentais e o hacker na mesa ao lado que está usando um software para monitorar seu sistema. As VPNs usam um servidor remoto externo para criar um túnel criptografado entre seu computador e outra máquina em uma localização diferente.

Virtual Private Network (VPN)Todos os seus dados enviados à internet na forma de solicitações ou uploads passam por este túnel rumo a um servidor hospedado pela VPN. Assim que seus dados chegam ao servidor, eles são decodificados e recebem um endereço IP do país onde o servidor está localizado. Em seguida, eles são enviados aos sites da internet de sua escolha.

Conforme você faz a solicitação de páginas, dados e downloads, eles são enviados ao servidor externo. O servidor criptografa os dados e os envia de volta à sua máquina através do “túnel” criptografado. Após chegar ao seu computador, o cliente de VPN decodifica os dados e permite que eles sejam visualizados por você.

1. IPVanish

IPVanish
O IPVanish conta com criptografia AES de 256 bits para proteger dados, além de mais de 1.000 servidores disponíveis em 60 países.

Adquira agora

2. SaferVPN

SaferVPN
Ótima opção para uma experiência inicial com VPN, o SaferVPN está sediado em Israel, possui uma política antilogs e oferece garantia de reembolso de 30 dias.

Adquira agora

3. Trust.Zone


O TrustZone é uma VPN para iniciantes com uma ótima seção de FAQ para explicar o processo, além de kill switch para emergências e política antilogs para manter seu anonimato.

Adquira agora

Gray Williams
Gray Williams é um experiente engenheiro de dados e comunicações, redator de conteúdo multiplataforma e editor com grande interesse em cibersegurança. Ele pesquisa e trabalha com VPNs e outras ferramentas de privacidade online há muitos anos.